Sorocaba e Região TV Cruzeiro

Luiz Marinho faz campanha em Sorocaba

Candidato ao Governo de SP concedeu entrevista para a TV Jornal Cruzeiro do Sul
Luiz Marinho visita a Redação do jornal Cruzeiro do Sul. Crédito da foto: Erick Pinheiro

 

Em campanha na região sudoeste paulista, o candidato ao governo de São Paulo pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Luiz Marinho, visitou nesta sexta-feira (28) a redação do jornal Cruzeiro do Sul, seguindo depois para atividade externa no centro da cidade. Acompanhado dos candidatos a deputado federal e estadual, respectivamente, Izídio de Brito e Hamilton Pereira, Luiz Marinho foi recebido por diretores da Fundação Ubaldino do Amaral (FUA) e pelo editor-chefe Romeu-Sérgio Osório, e falou dos seus principais pontos do plano de governo.

Vindo de Itapeva, onde se reuniu com agricultores e papeleiros, Marinho explicou que vários pontos do seu plano de governo foram testados quando foi prefeito de São Bernardo do Campo, e que deram certo, como por exemplo o de incentivo aos pequenos agricultores. Não somente para essa categoria, mas para os pequenos empreendedores também de outros setores, ele defende a criação de um Banco de Fomento e Desenvolvimento, estando sua proposta focada na geração de empregos.

Leia mais  Médicos iniciam atendimentos em quatro UBSs de Sorocaba

 

Criticando os 24 anos de governo do PSDB no Estado, na área da saúde o candidato ao governo pelo PT defende uma gestão compartilhada entre a União e o Município, com o Estado assumindo a coordenação, e disse que pretende criar o Programa de Especialidades, pelo qual o paciente, ao dar entrada na consulta, já sai encaminhado para a especialidade necessária. Outra proposta é o Programa de Internação Domiciliar, destinado a pacientes crônicos que precisam de leito. Com isso, ao seu ver, o tratamento será mais humanizado, e reduzirá a falta de leitos hospitalares.

Em relação à segurança pública, Marinho aposta na valorização profissional dos policiais civis e militares, bem como equipar com melhores instrumentos de trabalho, além de criar uma força-tarefa com as forças policiais e o Ministério Público para enfrentamento do crime organizado, e, na outra ponta, incentivar alunos a cursarem oficinas fora de seus horários de aula para tirá-los das ruas: “custa menos que manter um jovem na Fundação Casa”. Na educação, disse pretender dobrar, ao longo dos quatro anos, o salários dos professores.

Leia mais  Mulher confessa ter matado holandês em Votorantim, diz Polícia

O candidato também disse que estudará a demanda dos quatro eixos ferroviários para escolher dois deles para fomentar o transporte de passageiros, com integração modal e bilhete único. Os eixos são São Paulo-Campinas-Americana, São Paulo-Vale do Paraíba, São Paulo-Sorocaba, e São Paulo-Baixada Santista.

Aparecendo em quarto lugar nas pesquisas a uma semana das eleições, Marinho se disse confiante em crescer na reta de chegada, citando inclusive seu desempenho de quando foi prefeito por São Bernardo do Campo e dias antes aparecia com apenas 3% de intenção de votos: “eleição é como jogo de futebol, só acaba quando todas as urnas forem apuradas, e quem quer ser campeão não pode escolher adversário”.

Confira a entrevista completa:

 

Comentários