Informação Livre

Visita Cordial

O Delegado Especial de Polícia, diretor do Deinter-7, Osmar Guimarães Júnior, visitou o Jornal Cruzeiro do Sul
Visita Cordial
Delegado Especial de Polícia, diretor do Deinter-7, Osmar Guimarães Júnior. Crédito da foto: Fábio Rogério

O Delegado Especial de Polícia, diretor do Deinter-7, Osmar Guimarães Júnior, visitou nesta quinta-feira (7) o Jornal Cruzeiro do Sul para uma conversa informal sobre suas atividades e planos para Polícia Civil e população de nossa região. O Deinter 7 Sorocaba é composto pelas seguintes delegacias seccionais de Polícia Civil: Avaré, que atende 17 municípios; Botucatu, com 13 municípios; Itapetininga, com 13 municípios; Itapeva, com 18 municípios; e Sorocaba, com atendimento para 18 municípios — num total de 79 municípios sob a gestão do Deinter-7.

Leia mais  Políticas Públicas sobre Drogas

 

Osmar Guimarães Júnior também gravou um vídeo com o Editor-Chefe que poderá ser visto a partir deste final de semana no portal do Jornal.

Novo responsável pela AGU em Sorocaba

A Procuradoria-Seccional da União em Sorocaba, órgão da Advocacia-Geral da União, está, desde esta quinta-feira (7), sob o comando do advogado da União Luiz Augusto Zamuner, conforme publicado no Diário Oficial da União. A unidade de Sorocaba, que recebeu premiação de âmbito nacional relacionado à gestão, graças ao projeto desenvolvido de Aprendizagem Social, passa a ter, formalmente, dois membros da AGU em exercício.

Representante do representante

A Secretaria Municipal de Relações Institucionais e Metropolitana da Prefeitura de Sorocaba tem um novo representante na Câmara. Trata-se de Rozendo de Oliveira, ex-vereador (2009/2012) e filiado ao Partido Verde (PV) há 16 anos. Ele é a ponte entre o secretário Flávio Chaves, titular da pasta, e os vereadores locais. A nomeação de Rozendo ocorreu em 14 de fevereiro, com publicação cinco dias depois. A presença do ex-vereador passou a ser constante na Câmara desde as primeiras sessões ordinárias de 2019, mas em plenário, a primeira menção a ele sobre a tramitação de projeto foi nesta quinta-feira, quando Irineu Toledo (PRB), líder de governo na Câmara, anunciou que o projeto de lei que trata da questão previdenciária de servidores seria retirado da pauta por tempo indeterminado, a pedido de Rozendo.

De acordo com o Portal da Transparência da Prefeitura, Rozendo está lotado na Secretaria de Planejamento e Projetos (Seplan) como diretor de área. Ainda conforme o Portal, em fevereiro ele recebeu rendimento bruto de R$ 5,6 mil pelos dias trabalhados. O salário atual de diretor de área é de R$ 9.520,66, sendo R$ 6.800,47 de vencimento, mais de R$ 2.720,19 de gratificação de 40% pelo fato do servidor possuir nível universitário.

O pai da criança

Os vereadores Fausto Peres (Podemos) e Luis Santos (Pros) já há algumas semanas travam um embate sobre a “paternidade” de um projeto de lei que trata do Samu para animais. Na sessão de ontem, Santos citou antiética ao se referir ao fato. Em sessões anteriores, se ouviu por várias vezes a palavra plágio. Com celeuma, vem a pergunta: Falta criatividade ou falta consenso em juntar forças para fazer as coisas acontecerem de fato?

Aprovados

Na sessão desta quinta (7) da Câmara foi aprovado o projeto que prevê a concessão de descontos gradativos no Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) para empresas emergentes, conhecidas como “startups”, dedicadas exclusivamente ao desenvolvimento de produtos e serviços que beneficiem setores de interesse público.

Também foi aprovada a iniciativa que obriga os hospitais e maternidades da rede privada de saúde a fornecerem aos pais ou responsáveis de recém-nascidos orientação e treinamento de primeiros-socorros voltados para situações de engasgamento. Na sessão também foi aprovado o projeto de lei estabelecendo que, na contratação de cantores, instrumentistas, bandas ou conjuntos musicais para a abertura ou encerramento de apresentações musicais, financiadas por recursos públicos municipais, deverão ser priorizados artistas residentes em Sorocaba.

Comentários