Informação Livre

São Paulo é o maior produtor de flores do Brasil

Atibaia e Holambra são os principais municípios produtores paulistas
SP é o maior produtor de flores do Brasil
Crédito da foto: Divulgação

Levantamento divulgado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento apontou que o Estado de São Paulo é o principal produtor e exportador de flores no Brasil. Em 2018, a produção paulista exportou US$ 8,41 milhões, representando 62,3% do valor total do produto exportado pelo País (US$ 13,5 milhões). Atibaia e Holambra são os principais municípios produtores paulistas com a área de produção de, respectivamente, 891,5 e 397,1 hectares de flores de corte, flores ornamentais, floricultura de vaso, crisântemo e rosa. Por conta desse potencial, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento quer fomentar a cultura das flores e, para isso, desenvolve pesquisas por meio dos institutos da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta).

Aeroporto e hangares

A deputada estadual Maria Lúcia Amary (PSDB) teve reunião, na tarde de quarta-feira (10), com o superintendente do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp), Antônio Claret de Oliveira. A pauta foi uma demanda da Associação dos Proprietários de Hangares Particulares do Aeroporto de Sorocaba (Aprohapas), que quer o livre acesso dos hangares à pista de pouso e decolagem do Aeroporto. Após gestões da deputada com o governador em exercício Rodrigo Garcia (DEM), houve uma prorrogação no prazo para se chegar a um acordo final entre as duas partes, que se reunirão novamente no dia 1º de agosto. Participaram da reunião o presidente da Aprohapas, Paulo Oliveira, proprietários e diretores da Aprohapas, os secretários municipais de Sorocaba, Luiz Alberto Fioravante, de Mobilidade e Acessibilidade e Mirian Zacareli de Planejamento e Projetos, e o diretor da Seplan, Telmo Pereira Cardoso, além de diretores do Daesp.

Leia mais  ETA do Cerrado fica sem energia e abastecimento de água é prejudicado

Desobediência política

Há quem não acredite que as prometidas sanções contra os vereadores do MDB, que votaram contra a cassação da vice-prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho (PTB), sejam, de fato, aplicadas. O partido havia fechado questão em torno da cassação, mas na hora do voto, não houve unanimidade. Péricles Régis e Hudson Pessini, que é namorado da vice, votaram pela absolvição. Como argumento, usa-se o fato de que, supostamente, não houve o respeito ao rito que pudesse levar a uma sanção mais severas como perda de mandato. Teria faltado, por exemplo, aviso com antecedência e ata de reunião.

Organização Social

A Câmara de Votorantim aprovou um projeto de lei apresentado pelo Executivo que autoriza a Comissão Municipal de Assistência Social (Comas) a converter-se em Organização Social, nos moldes da Lei Federal número 9637, de 15 de maio de 1988 e Lei Municipal número 2638, de 14 de junho de 2018. O projeto foi aprovado com votos contrários dos vereadores Gaguinho (DEM), Fabíola Alves da Silva Pedrico (PSDB), Alfredo Pissinato (PPS) e Mauro do Materiais (PTB).

Leia mais  Usuários reclamam de dificuldades para retirar medicamentos em Sorocaba

Justiça cancela concessões ligadas a Collor

A Justiça Federal em Alagoas determinou o cancelamento da concessão, permissão ou autorização do serviço de radiodifusão sonora ou de sons e imagens outorgado à TV Gazeta de Alagoas, à Radio Clube de Alagoas e à Rádio Gazeta de Alagoas, por terem em seu quadro societário o senador Fernando Collor (PROS/AL), licenciado. A decisão acolhe pedido do Ministério Público Federal e mantém “a prestação dos serviços atualmente realizados pelas empresas concessionárias até o trânsito em julgado da sentença”. As informações foram publicadas na quarta-feira (10) pelo site da Procuradoria da República, em Alagoas.

Comentários

CLASSICRUZEIRO