Informação Livre

Primavera com bike

22 de setembro marcou o Dia Mundial Sem Carro
Proposta no Congresso visa incentivar o uso de bicicleta. Foto: Pixabay

22 de setembro marcou não apenas o início da primavera, mas também o Dia Mundial Sem Carro, que visa estimular a reflexão sobre o uso do automóvel e propor às pessoas que reduzam a dependência dos carros e motos. Para melhorar a mobilidade nas cidades, foi proposto no Congresso Nacional o Programa Bicicleta Brasil (PBB), com previsão de recursos para a melhoria da mobilidade urbana e o incentivo ao uso de bicicletas em estados e municípios com mais de 20 mil habitantes. Se for transformado em lei, os recursos para o programa virão de parcela da arrecadação de multas de trânsito, parcela da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) combustíveis, dotações orçamentárias, além de contribuições e doações.

São Paulo se fortalece

Apoiando-se numa robusta base tecnológica que gera produtos com alto valor agregado em diversos setores econômicos, a indústria paulista é a mais moderna e diversificada da América Latina. Esses fatores têm impulsionado a atração de investimentos empresariais em diversas regiões do Estado, beneficiando especialmente o Interior Paulista, com a descentralização industrial. Este ano, o Estado de São Paulo foi eleito o melhor estado da América Latina para atrair investimentos, de acordo com o ranking de competitividade da revista britânica fDi, editada pelo grupo Financial Times. De acordo com a agência Investe SP, ligada ao governo estadual, são 12 os setores estratégicos do Estado de São Paulo: Aeroespacial e Defesa; Agronegócios; Alimentos; Automotivo; Economia Verde; Máquinas e Equipamentos; Mercado Imobiliário; Pesquisa e Desenvolvimento; Petróleo e Gás Natural; Saúde e Ciências da Vida; Serviços Financeiros; Tecnologia da Informação e Comunicação.

Álcool e drogas

Uma pesquisa inédita sobre a idade inicial de experimentação de álcool e drogas por crianças e adolescentes nas escolas de Sorocaba será tema de audiência pública nesta quinta-feira (27), às 14h30, na Câmara Municipal. O estudo realizado pelo grupo Coalizão Sorocaba, com participação de 1.537 alunos, constatou indicadores de consumo de drogas nas escolas, como idade inicial de experimentação, motivações, formas de acesso e padrões de uso. Vão estar presentes representantes do Governo do Estado, Prefeitura de Sorocaba, Poder Judiciário, Ministério Público, dos conselhos municipais, de clínicas de reabilitação e demais entidades que atuam na prevenção do uso de álcool e drogas. Com base nos dados da pesquisa, serão compostos comitês para aplicação de ações preventivas.

Comentários

CLASSICRUZEIRO