fbpx
Informação Livre

Novo salário mínimo paulista

Deputados estaduais aprovaram, em regime de urgência, projeto que fixa os novos valores de pisos salariais
Novo salário mínimo paulista
Novo salário mínimo paulista será de R$ 1.163,55 na primeira faixa salarial. Crédito da Foto: Marcos Santos/ USP Imagens

Os deputados estaduais aprovaram projeto que fixa os novos valores de pisos salariais para o Estado de São Paulo. A proposta, de autoria do governo do Estado, tramitou em regime de urgência. O piso irá de R$ 1.108,38 para R$ 1.163,55 na primeira faixa salarial; a segunda faixa aumentará de R$ 1.127,23 para R$ 1.183,33. O reajuste representa aumento de 4,97%. O projeto aguarda a sanção do governador João Doria.

O salário mínimo paulista foi instituído pela Lei 12.640/2007, aprovada pela Alesp e sancionada pelo então governador José Serra. Na época, havia três faixas salariais: R$ 410, R$ 450 e R$ 490 — respectivamente, R$ 30, R$ 70 e R$ 110, acima do mínimo federal. Posteriormente, a Alesp aprovou a Lei 15.624/2014, do então governador Geraldo Alckmin, que estabeleceu o piso regional paulista para o ano seguinte com apenas duas faixas e valia R$ 905 e R$ 920, reajuste de 11,75% e 10%, respectivamente.

Os trabalhadores da segunda faixa foram anexados à primeira, e a antiga terceira faixa tornou-se a atual segunda. De acordo com a Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho, mais de 8 milhões de pessoas no Estado serão beneficiadas com o piso regional.

Leia mais  Câmara de Sorocaba aprova orçamento de R$ 3,336 bilhões para 2020

Maria Lúcia em 5º mandato

A deputada estadual Maria Lúcia Amary (PSDB) tomará posse para o seu 5º mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de São Paulo, em cerimônia que acontece amanhã, sexta-feira (15), às 15h, no plenário Juscelino Kubitschek. A parlamentar, eleita em outubro de 2018 com 70.743 votos, continuará priorizando o desenvolvimento regional.
“Darei continuidade ao meu trabalho de representar Sorocaba e região, fazendo a ponte das reivindicações da população, dos prefeitos e vereadores, com o governo do Estado. Vou honrar com o meu compromisso, com ética, respeito, e trabalhar para fortalecer os municípios, preservando suas vocações, para que a região se desenvolva com equilíbrio, de forma sustentável, gerando emprego e melhorando a qualidade de vida da população”, afirma Maria Lúcia Amary.

Efeitos da tecnologia no sono

Os cuidados sobre os efeitos da tecnologia no sono e seus impactos nos acidentes de trânsito e do trabalho serão tema de audiência pública que será realizada nesta sexta-feira (15), às 19h30, na Câmara Municipal. Acontecerá em paralelo com as realizações previstas na Lei 11.729/18, que trata da “Semana de Conscientização Sobre o Perigo do Sono ao Volante e durante o Trabalho”.

A audiência deverá contar com a presença de Carlos Eduardo Pasquini, diretor de Trânsito da Urbes; Alessandro Martins de Oliveira, diretor do Detran; Renato Campestrini, especialista em trânsito e mobilidade urbana; Marcos Mariano, comandante da Guarda Civil Municipal; e demais especialistas no assunto e autoridades de trânsito. A participação é aberta aos interessados.

Leia mais  Vereadores de Anyang visitam Câmara de Sorocaba

Pela prevenção em Salto

A Prefeitura de Salto, por meio da Secretaria de Saúde, iniciou nesta semana, o curso de formação para os Agentes Comunitários de Saúde do município. O curso é oferecido pelo Centro Formador de Pessoal para a Saúde (Cefor), escola ligada à Secretaria de Estado da Saúde, em cooperação técnica e financeira com o Ministério da Saúde. O curso se estenderá até o mês de setembro às segundas e sextas-feiras, a partir das 8h. Ao todo, 34 agentes passarão pelo curso com duração de 400 horas.

Cadastro habitacional

A Prefeitura de Votorantim, por meio da Companhia de Habitação Popular (Cohap), já cadastrou, desde 14 de janeiro, mais de 6 mil pessoas no programa de habitação que visa à aquisição das 1.776 unidades habitacionais de interesse social que serão construídas na cidade pelo consórcio vencedor do chamamento público realizado no ano passado.

Leia mais  São Paulo perde do Fluminense no Morumbi por 2 a 0

De acordo com o presidente da Cohap, Antônio Pedro Ferraz, os interessados têm até o dia 13 de abril para se cadastrar, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h e, aos sábados, das 9h às 13h, na sede da companhia, na Praça de Eventos Lecy de Campos, no Centro. O Programa Habitacional Villa Bela Votorantim será realizado em uma área de 289 mil metros quadrados, entre o Jardim Cristal e o Jardim São Lucas.

Comentários

CLASSICRUZEIRO