Informação Livre

Inauguração CECAP

O vereador Fausto Peres (Podemos) propôs voto de congratulações à FUA pela inauguração do CECAP
Inauguração Cecap
Crédito da Foto: Fábio Rogério

O vereador Fausto Peres (Podemos) propôs voto de congratulações com a Fundação Ubaldino do Amaral (FUA) pela inauguração nesta semana do Centro de Educação Continuada e Aperfeiçoamento Profissional (CECAP). A iniciativa, aprovada por unanimidade, foi apresentada na sessão ordinária desta quinta-feira (21). O CECAP oferece 17 cursos em áreas competitivas do mercado de trabalho.

Após a sessão, o vereador falou sobre o tema. “A Fundação Ubaldino Amaral tem um trabalho social-educativo muito grande na cidade de Sorocaba. Antes de administrar o Politécnico, a entidade já valorizava a educação distribuindo bolsas de estudos. Com a inauguração do CECAP, quem ganha é toda a região de Sorocaba, em razão da qualidade dos cursos ofertados”, afirmou o parlamentar. “A educação é o único caminho para a igualdade social”, concluiu.

Ratificação

A Secretaria de Cultura de Sorocaba publicou ontem uma ratificação no chamamento público para interessados em gerenciar a Orquestra de Violas da cidade. Publicação anterior do Jornal do Município afirmava que as inscrições deveriam ser feitas de 11 a 15 de março. As inscrições, de fato, deverão ser de 11 a 27 de março, pessoalmente na sede da Secretaria da Cultura, Casa 52, na avenida Afonso Vergueiro.

Ultimato

Fernando Dini (MDB) deu um ultimato aos vereadores antes de iniciar a sessão de ontem da Câmara. Como os parlamentares estão longe da pontualidade inglesa, o presidente decidiu que caso não estejam no plenário em número regimental no horário marcado na terça-feira (26), não haverá sessão. Segundo ele, até os parlamentares que chegam cedo estão reclamando dos retardatários. A demora em começar a sessão, marcada para as 9h, já foi tema desta coluna, mais de uma vez.

Deu “ruim”

Após ser aprovado em 1ª discussão, o projeto de lei que institui em Sorocaba a Festa Literária Internacional, a ser realizada anualmente na última semana do mês de junho, foi retirado de pauta. O principal problema é que a cidade já tem um evento parecido. Trata-se da Expo Literária, instituída por uma lei de 2011. Aliás, o evento aparece até como um dos trabalhos no site da Secretaria de Cultura, mas em branco, sem qualquer programação. Faltou dar um “Google” antes de fazer o projeto, não?

Estímulo ao comércio

Nesta semana uma solenidade marcou a sanção da Lei n° 11.884/19, que institui no município um novo modelo de benefícios aos consumidores do comércio da cidade, com retorno em crédito de porcentual de sua compra para abatimento no pagamento de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e demais usos. O evento foi realizado na sede da Associação Comercial de Sorocaba (Acso). O novo projeto, com mecanismo similar ao conhecido programa Nota Fiscal Paulista, proporcionará aos cidadãos sorocabanos reembolso de porcentual gasto no comércio e prestadores de serviço credenciados, sendo que o crédito poderá ser utilizado para pagamento do IPTU e também para adquirir descontos em novas compras. A alíquota do reembolso será fixada em, no mínimo, 2%.

Araçoiaba da Serra

Na tarde da quarta-feira (20), o prefeito de Araçoiaba da Serra, Dirlei Salas Ortega, e sua diretora de Turismo, Flávia Maria de Toledo, participaram no Palácio dos Bandeirantes da solenidade da oficialização e entrega do Município de Interesse Turístico (MIT). O evento contou com a presença do governador do Estado de São Paulo, João Doria, o deputado João Caramez, autor da lei complementar Nº 1.261 que estabeleceu as condições e requisitos para a classificação do MIT e os demais prefeitos das 42 cidades também certificadas.

Durante todo o encontro, João Doria ressaltou a importância da troca entre as cidades para a valorização do turismo no Estado. Com o reconhecimento estadual investimentos em torno de R$ 600 mil ao ano serão destinados para melhorias na infraestrutura turística, promovendo o fortalecimento, ampliação e fomento das atividades econômicas do município e desenvolvimento da região.

Comentários