Informação Livre

Escola municipal receberá prêmio em Brasília

Curta foi vencedor do concurso nacional superando escolas da região sudeste por meio de votações nas redes sociais
Escola municipal receberá prêmio em Brasília
Crédito da foto: Secom Sorocaba

Com o objetivo de debater a violência contra a mulher e relacionamentos abusivos, alunos do ensino fundamental II da Escola Municipal Leonor Pinto Thomaz fizeram o vídeo “Prelúdio”, junto com a professora de história, Milene Cristine Martinez Batista. O vídeo foi o resultado do debate sobre a violência contra a mulher e relacionamentos abusivos. O curta foi vencedor do concurso nacional superando escolas da região sudeste por meio de votações nas redes sociais. No dia 17 de março, a professora e os alunos vão a Brasília para receber a premiação no Salão Nobre da Câmara dos Deputados.

O projeto faz parte do 7° Concurso Nacional de Curtas sobre a Lei Maria da Penha, da Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados. Os alunos da Leonor Pinto Thomaz, que variavam com idades distintas entre 10 e 14 anos, eram os únicos do ensino fundamental, os demais competidores eram todos do ensino médio.

Leia mais  Deputado federal Capitão Derrite apoia Rodrigo Manga

Esta é a segunda vez que a unidade vence o concurso, a primeira foi em 2014.

Reajuste salarial

Serão realizadas nesta terça-feira (18) sessões extraordinárias para votação dos projetos que concedem reajuste salarial aos funcionários da Prefeitura e da Câmara. O índice proposto de 4,31% é referente à reposição inflacionária do último ano (IPCA-IBGE). Primeiro será votado o projeto de lei número 23 de 2020, de autoria do Executivo, que concede o reajuste de 4,31%, sobre o vencimento-base do mês de dezembro de 2019, aos funcionários e servidores públicos municipais da administração direta, indireta e fundacional. A reposição será paga a partir de fevereiro de 2020, retroativo a janeiro.

Código de Ética

Na sessão ordinária da Câmara de Sorocaba, entre outras matérias, há o projeto de resolução número 20 de 2019, da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, que será votado em primeira discussão nesta terça-feira. A proposta acrescenta o art. 9º-A à Resolução número 358, de 21 de setembro de 2010, que dispõe sobre a instituição do Código de Ética e Decoro Parlamentar. Conforme o texto, de posse da denúncia, o presidente da Comissão notificará o denunciado para que apresente defesa prévia no prazo de 15 dias, contados do recebimento da notificação.

Leia mais  Câmara de Sorocaba testa sessão virtual

Outro projeto

Do Executivo, um projeto de lei tem a intenção de permitir o credenciamento de administradoras de planos de saúde pela Prefeitura de Sorocaba, Saae, Funserv e Urbes, possibilitando o atendimento aos servidores contratados sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e seus dependentes.

Comentários