Sorocaba e Região

Igrejas adotam alternativas para a celebração de Corpus Christi em Sorocaba

Missas transmitidas virtualmente, desfile em carro de som e celebrações com número reduzido de fiéis marcam a data
No Santuário São Judas Tadeu a celebração foi transmitida pelas redes sociais com portas fechadas. Crédito da foto: Fábio Rogério (11/6/2020)

Nesta quinta-feira (11), dia de Corpus Christi, igrejas de Sorocaba celebram a eucaristia de maneira diferente dos outros anos. Missas transmitidas virtualmente, desfile do Santíssimo Sacramento em carro de som e celebrações com número reduzido de fiéis marcam a data.

No Santuário São Judas Tadeu a celebração, iniciada às 8h, foi transmitida pelas redes sociais com portas fechadas. Logo após o fim da missa o padre Flávio Jorge Miguel Júnior e o padre Wilson Roberto da Silva passaram pelas ruas dos bairros Central Parque e Jardim São Marcos para que os fiéis fizessem suas preces diante do Santíssimo Sacramento.

De acordo com o padre Flávio a opção por manter a celebração somente on-line foi pensando na segurança dos fiéis. “Para que sirva de exemplo aos cristãos faço questão de lembrar que nem mesmo os meus pais estão frequentando a igreja nesse momento de pandemia e é essa consciência que pedimos aos fiéis”, disse o pároco, que aos domingos abre as portas da igreja em três horários diferentes para missas presenciais. “Começamos no último domingo com as celebrações presenciais e recomendamos sempre que o grupo de risco permaneça em casa. Fizemos todas as adaptações pensando na segurança daqueles que fazem questão de estar aqui”, destacou.

A passagem do Santíssimo Sacramento pelas ruas dos bairros da paróquia, afirma o padre, foi a maneira encontrada de aproximar os fiéis do que representa a data de Corpus Christi, que vem do latim e significa corpo de Cristo. “É uma forma de levar essa benção aos que neste momento precisam ficar em casa”, disse.

Na Matriz de São Francisco de Assis, na Vila Assis, a missa recebeu os cristãos, que tinham a temperatura aferida com termômetro infravermelho. A igreja também reorganizou os assentos de forma a manter o distanciamento social.

Ao chegar na igreja o fiel era contabilizado. No total 115 pessoas participaram da missa conduzida pelo padre Fernando Giuli. Respeitando a lotação máxima de 30% da capacidade, o local poderia receber até 140 pessoas.

Na Matriz de São Francisco de Assis, na Vila Assis, a missa recebeu os cristãos, que tinham a temperatura aferida com termômetro infravermelho. Crédito da foto: Fábio Rogério (11/6/2020)

Desde o último fim de semana a igreja de São Francisco de Assis está de portas abertas e também mantém as transmissão on-line. A equipe litúrgica da paróquia orienta os fiéis sobre a ocupação dos assentos, a obrigatoriedade do uso de máscaras e disponibiliza álcool em gel.

Após a missa, iniciada às 10h, o padre passou pelas ruas do bairro levando o Santíssimo Sacramento em um carro. “Graças a Deus podemos celebrar em torno do altar a eu eucaristia, que renova a presença de Jesus em nossas vidas”, disse o pároco ao iniciar a missa, dedicando a mesma também aos fiéis com comorbidades que não podem comparecer presencialmente.

Comentários