Sorocaba e Região

Hora da Zona Azul passa a custar R$ 1,50 nesta segunda

O cartão do sistema de estacionamento rotativo de Sorocaba, a Zona Azul, passa a custar R$ 1,50 por uma hora a partir desta terça-feira (3), o triplo do valor cobrado até então. O reajuste marca também a extinção do cartão de duas horas, que custava R$ 0,70 e, embora tenha a produção cancelada, ainda poderá ser utilizado, já que todos os talões vendidos irão manter a validade. O novo valor, segundo a Urbes, foi definido com base num levantamento da inflação acumulada desde 1996, porém se mantendo abaixo do que seria caso o total do aumento do índice de preços fosse repassado à tarifa, que levaria o custo da hora de estacionamento para R$ 3,10.

Atualmente, Sorocaba conta com cerca de duas mil vagas de Zona Azul espalhadas pela região central — onde há maior rotatividade –, no bairro Santa Terezinha e nas proximidades do Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros. Há 107 postos de venda autorizados dos cartões na cidade, incluindo todas as unidades da Casa do Cidadão. Todos os locais de venda podem ser consultados no site da Urbes.

Leia mais  Sorocaba tem aumento de pessoas internadas em UTI Covid

Embora a Prefeitura diga que os usuários das vagas públicas possam utilizar dois cartões, a extinção do bilhete de duas horas é um dos pontos mais criticados por quem estaciona nas vias municipais. “Não sei qual o motivo disso. Estava bom antes, mas agora, se favorece para eles, para nós com certeza não. Pagamos mais para ficar menos tempo”, critica o consultor de imóveis Mauri José Américo.

Penúltimo dia útil antes da entrada em vigência dos novos preços, a sexta-feira foi de movimento nos comércios que vendem os cartões da Zona Azul. Quem recorreu à compra para se aproveitar do valor mais baixo foi a secretária Andrea Cunha, que já mantém a prática de andar com os talões do serviço para evitar um deslocamento a mais na hora de estacionar, até porque, segundo ela, não são todos os lugares em que há um comércio próximo vendendo os bilhetes. Andrea classifica ainda o aumento do preço pela vaga pública um “absurdo”. “Desse jeito, vai compensar mais você pagar um estacionamento privado onde não corre risco nenhum”, avalia.

Deficientes

Os veículos de propriedade, utilizados ou a serviço de pessoas com deficiência, são isentos do pagamento da Zona Azul no período máximo de duas horas em Sorocaba. O direito é garantido pela lei municipal 5.270, vigente desde novembro de 1996. Para ter direito ao benefício, os usuários do serviço de estacionamento em via pública devem identificar o veículo com a credencial especial emitida pela Urbes.

Comentários