fbpx
Sorocaba e Região

Homem é preso por se masturbar no ônibus na frente de mãe e filha

Acusado estava com o zíper e o botão da calça abertos e alegou à polícia que estava passando mal

Um homem de 47 anos, desempregado, foi preso na manhã desta segunda-feira (18) ao ser flagrado por um policial militar masturbando-se na frente de mãe e filha dentro de um ônibus que partiu de Sorocaba com destino a Piedade, na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS). O caso aconteceu por volta das 8h durante o trajeto.

De acordo com o registrado na Delegacia de Piedade, o homem foi interpelado pela mulher, de 22 anos, que estava sentada com a filha de 6 anos, em um banco oposto ao do acusado. Ela chamou a atenção do indivíduo, perguntando se ele estava louco.

Um policial militar, lotado no pelotão de Polícia Militar de Piedade, ouviu a bronca da mulher e foi verificar o que estava acontecendo. Sobre o colo, o desempregado trazia uma mochila que, ao ser retirada pelo policial, expôs a prática libidinosa do acusado que estava com o zíper e o botão da calça abertos.

Leia mais  Viper faz show gratuito neste sábado (7) no Parque dos Espanhóis

Ele alegou que estava passando mal, porém, o PM não acreditou na versão e acionou uma equipe da corporação para conduzir o homem até a Delegacia de Piedade.

O delegado Milton Andreolli indiciou o desempregado, que mora em Tapiraí, por importunação sexual. No ano passado, a Lei 13.718, de 24 de setembro, alterou o Decreto-Lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940 do Código Penal, tipificando importunação sexual como crime. Assim, o homem foi preso em flagrante e encaminhado para uma cela especial na Cadeia Pública de Pilar do Sul, onde aguardará julgamento.

Antes da mudança da lei, o Decreto-Lei considerava importunação sexual como contravenção e previa pagamento de multa para a liberação do acusado. (Da Redação)

Comentários