Sorocaba e Região

Flávio Amary é o novo presidente do Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano

Entidade conta com representantes de 19 estados brasileiros



Flávio visitou a redação do jornal Cruzeiro do Sul e foi recebido pelo presidente do Conselho de Administração da FUA, César Augusto Ferraz dos Santos. Foto: Erick Pinheiro

O sorocabano Flávio Amary, atual secretário de Habitação do Estado São Paulo, assumiu também a presidência do Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano. A retomada das atividades da entidade ocorreu na última sexta-feira (14), no Palácio dos Bandeirantes e conta com representantes de 19 estados brasileiros. Ao longo dos últimos anos, os encontros do Fórum se tornaram o principal evento do segmento público de Habitação do Brasil. Nesta segunda-feira (17), ele visitou a redação do jornal Cruzeiro do Sul para comentar a importância da retomada das atividades do Fórum.

O Fórum, explica Amary, objetiva o fortalecimento do papel dos estados na política nacional de Habitação. “Esperamos que a composição da nova diretoria alie a força técnica e política para a interlocução com o Governo Federal em temas de extrema importância, como o futuro do Programa Minha Casa Minha Vida, e assegure a participação dos Estados na elaboração das políticas habitacionais de interesse social”, disse. Amary demonstrou satisfação também com o recurso de R$ 1 bilhão aprovado na semana passada para manutenção do programa.

Durante o Fórum, Amary apresentou aos representantes de outros estados as diretrizes do programa Nossa Casa, uma iniciativa do governo paulista que visa fomentar a produção habitacional nos municípios e subsidiar as famílias de mais baixa renda. “O Nossa Casa incrementará a produção habitacional, também gerando emprego e renda, e reduzirá o preço de casas, apartamentos e lotes de interesse social”, disse. O programa será complementar à produção da CDHU, para aumentar a oferta de habitação de interesse social em todo o estado.

O secretário também destaca a importância do apoio dos representantes estaduais presentes no evento e ressaltou que a ação conjunta trará muito mais força do que trabalho de cada Estado brasileiro em separado. “Eu acredito muito na busca do consenso, do equilíbrio, da conversa e que a gente, junto, consiga trazer mais habitação, mais recurso e mais facilidades para nossa produção e nosso trabalho, cada qual no seu Estado”, destacou.

Amary conta que já tem agenda preparada do Fórum e que os encontros devem ocorrer no Distrito Federal. Estão programadas mais três reuniões ao longo deste ano. A próximo ficou agendada para o dia 5 de agosto, no Palácio do Buriti, em Brasília. Nos próximos anos, a ideia é que os encontros sejam trimestrais.

Interlocução federal

A participação de todos os Estados no Fórum, na análise do novo presidente eleito, facilitará o encaminhamento das pendências regionais na defesa da bandeira nacional da Habitação. A capilaridade do grupo pode ser ferramenta decisiva para o fortalecimento do setor no mercado, especialmente junto ao governo federal, segundo ele. “É importante reiterar, ainda, o intercâmbio com o governo federal, tendo em vista que a Habitação traz sempre como resultado não só o atendimento social, mas a geração de empregos e o fomento da economia”, concluiu Amary.

O governador de São Paulo, João Doria, também e falou sobre a importância da cooperação do trabalho do secretariado. Doria também citou o projeto da Parceria Público Privada (PPP) da Habitação do Município de São Paulo, que reúne município, Estado e iniciativa privada e foi recém-lançada na capital paulista como um exemplo de sucesso, quando o trabalho de cooperação é bem feito.

Representação paulista

Entre as autoridades presentes no encontro, estava Celso Matsuda, secretário Nacional da Habitação, que falou no evento os planos de ação do Governo para a Habitação Social. Ele confirmou a eleição de Amary como uma demonstração da representatividade paulista no setor nacional.

Fernando Marangoni, secretário executivo da Habitação de São Paulo, assumiu a coordenação do grupo técnico de trabalho do Fórum, com a missão de apoiar a formulação da Política Nacional de Habitação Social junto ao Governo Federal.

Recuperação

O secretário de habitação também comentou a retomada de confiança na economia, que influencia diretamente na recuperação do mercado imobiliário. Segundo Amary, na capital paulista o mercado de imóveis já vem apresentando bons resultados e no interior não é diferente. Como secretário, Amary afirmou que vem trabalhando principalmente para ampliar e agilizar as obras do CDHU e também promovendo a regularização fundiária. “Tenho ouvido as demandas dos prefeitos e somente nesse primeiro semestre já percorri mais de 10 mil quilômetros no Estado justamente para dar essa atenção ao interior”, conclui presidente do Fórum.

Comentários

CLASSICRUZEIRO