Sorocaba e Região

Festival de rugby aproxima crianças e idosos em Sorocaba

Atividade contou com mais de 400 crianças e aconteceu no Lar São Vicente de Paulo
Após os exercícios físicos, as crianças participaram de um piquenique com os idosos do Lar São Vicente. Crédito da foto: Erick Pinheiro (8/5/2019)

A convivência entre idosos e crianças ajuda a combater a solidão e proporciona ensinamentos para a vida. Este encontro de gerações marcou a tarde de terça-feira (7) no Lar São Vicente de Paulo, durante a oitava edição do Festival Viva Rugby. Aproximadamente 450 crianças fizeram atividades relacionadas ao rugby, participaram de um piquenique e conversaram com vários moradores do lar, que hoje atende 103 idosos de Sorocaba e região.

O projeto sócio esportivo é promovido desde 2017 pela Associação Hurra, em parceria com a Secretaria de Educação de Sorocaba e conta com o patrocínio da Sorocaba Refrescos Coca-Cola, por meio da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte. A gestora em educação e professora de educação física Priscila Cristina Gaspar Diogo explica que a iniciativa desperta a curiosidade dos estudantes, que na sua maioria, desconhecem o rugby. As atividades são realizadas por professores de educação física e atletas da equipe Lenks, que transmitem as regras e os conceitos da modalidade esportiva para as crianças.

As crianças participantes têm entre 8 e 12 anos. O objetivo é facilitar a aproximação com os mais velhos

De acordo com a coordenadora da Hurra, Karina Lira, a aproximação com o Lar São Vicente de Paula vem sendo feita desde 2018 e este ano serão realizadas duas etapas do festival na instituição. “Nosso objetivo é colocar os vovôs e as vovós para interagirem com as crianças”, explica Karina.

As crianças participantes têm entre 8 e 12 anos. Karina destaca que os festivais infanto-juvenis são o ponto alto do projeto, pois é um momento em que as crianças colocam em prática tudo o que aprenderam durante o semestre e fazem uma grande confraternização. “A energia das crianças, que pulam, brincam e praticam o rugby, que é um esporte totalmente inclusivo, é um estímulo para os idosos resgatarem memórias e histórias que constituem suas identidades e para as crianças é um grande processo de aprendizado”, complementa.

A aproximação com o Lar São Vicente de Paula vem sendo feita desde 2018. Crédito da foto: Erick Pinheiro (7/8/2019)

Michele Farah, representante da Sorocaba Refrescos, participou do evento e explicou que o evento busca apresentar o rugby e seus valores aos alunos. “A maioria deles não conhece esse esporte e depois de gastar tanta energia, eles fazem esse lanche, conversam entre si e com os idosos e é uma experiência muito rica”, afirma. Jacira Maria Candido, 66, vive no lar há cerca de cinco meses e conta que a presença das crianças levou mais alegria ao local. As atividades acontecem em um campo anexo ao lar e também em um bosque repleto de mesas. “Eu nem sabia que existia toda essa área verde aqui e ver isso repleto de crianças é muito gostoso e distrai a gente”, revela.

 

Matheus da Silva Marcelino, 11, conta que a tarde foi divertida por conta das atividades relacionadas ao rugby, que não era muito conhecido por ele. “Na escola o professor já tinha falado, mas praticar hoje foi muito legal”, contou o menino, que também é fã de futebol, basquete e badminton. Já Isabelle Cristine Batista Carvalho, 10, conta que adora correr e se movimentar e por isso quer praticar mais o rugby. Ela conta que já conhecia o lar por ter feito parte dos escoteiros. “É muito gostosa essa interação com quem tem mais experiência”, destaca a aluna. (Larissa Pessoa)

Comentários