Sorocaba e Região

Feriado tem queda de movimento no Centro de Sorocaba

Lojas tentaram compensar perdas da quarentena, mas foram as grandes redes que atraíram compradores
Na comparação com os dias anteriores, comércio sorocabano recebeu fluxo menor no Corpus Christi. Crédito da foto: Fábio Rogério (11/6/2020)

Mesmo sendo feriado de Corpus Christi, alguns lojistas da região central de Sorocaba abriram as portas ontem. A quantidade de sorocabanos indo às compras, porém, foi bem menor do que nos dias anteriores. Conforme o decreto municipal que libera a flexibilização das atividades econômicas, o comércio central pode funcionar das 9h às 13h.

A Associação Comercial de Sorocaba (Acso) divulgou que as lojas estariam fechadas. A abertura, porém, era opcional, desde que os empregadores respeitassem as leis trabalhistas. Segundo alguns vendedores, o funcionamento no feriado foi uma tentativa de reverter as perdas que ocorreram no período de quarentena. Lojas de grandes redes foram as que mais atraíram clientes na manhã de ontem.

Pelas ruas havia também muitos fiscais da Prefeitura de Sorocaba para garantir que os comerciantes obedeceriam o decreto e fechariam às 13h. Viaturas da Guarda Civil Municipal também circularam pela região.

Leia mais  Gradis retirados para obra do BRT são reaproveitados em Sorocaba

Entre as pessoas que passavam pelo Centro na manhã de ontem, algumas ignoravam a obrigatoriedade do uso de máscaras faciais. Nos comércios, entretanto, frascos de álcool em gel e cartazes frisando que só poderiam entrar pessoas utilizando máscaras eram comuns.

Boa oportunidade

Casal Sidnei e Jennifer, com a filha Maria Clara, aproveitou dia mais calmo para ir ao Centro. Crédito da foto: Fábio Rogério (11/6/2020)

A auxiliar administrativo Núbia Medeiros, 38, contou que precisou buscar documentos na região central na manhã de ontem e, ao notar que algumas lojas estavam abertas e poucas pessoas estavam circulando, decidiu fazer algumas compras adiadas por conta da pandemia. “Em um dia normal eu não viria, pois estou vendo que tem ficado bastante lotado”, contou. Casada, Núbia disse que aproveitou para comprar algumas peças de roupas e itens para a casa, mas garantiu que o presente para o Dia dos Namorados já estava comprado. “Escolhi e comprei pela internet por conta da segurança mesmo”, disse.

Leia mais  Sorocaba receberá 26,5 mil testes rápidos para Covid-19

Já o casal Sidnei Soarez, 40, e Jennifer Rauen, 40, contou que precisou se deslocar até a região central para trocar uma peça de roupa. “Eu vim esses dias porque estava precisando fazer essa compra, mas como não serviu, viemos trocar hoje, já que está mais vazio”, disse a mulher, que trabalha como técnica em uma indústria e teve o contrato de trabalho suspenso temporariamente. Sidnei, que é educador físico, destacou que a família tem evitado aglomerações e quando não pode evitar de sair, como ontem, busca fazer tudo que precisa fora de casa bem rapidamente. (Larissa Pessoa)

Comentários