Sorocaba e Região

Evento debateu alternativas para ressocializar os presos

Especialistas falaram do uso de recursos tecnológicos nos presídios
Especialistas falaram do uso de recursos tecnológicos nos presídios. Crédito da foto: Fernando Abreu/ Secom Sorocaba.

O uso de recursos tecnológicos para a socialização nas penitenciárias foi tema de debate realizado na quarta-feira, no auditório da Escola Municipal Getúlio Vargas. O evento foi promovido pela Prefeitura de Sorocaba, em parceria com o governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria Estadual da Administração Penitenciária (SAP), Fundação “Prof. Dr. Manuel Pedro Pimentel” (Funap), da Fundação Luiz Almeida Marins Filho e da Anthropos Consulting.

O objetivo do evento foi o de debater como as ferramentas tecnológicas podem viabilizar caminhos mais integrados com a sociedade, reunindo pontos de vista de especialistas, sobre as aplicações da ciência e da tecnologia na socialização e ressocialização de pessoas privadas de liberdade. O chefe de Gabinete da Prefeitura, Alexandre Robim, comentou que a iniciativa é muito bem vinda e deve ser discutida amplamente. O diretor executivo da Funap e ex-consultor da Organização das Nações Unidas (ONU), Fernando Gomes de Morais, explicou que é necessária a humanização do trabalho penitenciário. “Além de profissionais capacitados, a importância desse evento é mostrar às pessoas que ainda sim, existem seres humanos nas penitenciárias brasileiras, que também merecem ser tratados com dignidade”, argumentou.

Leia mais  Pancadões: Operação interrompe atividade em 17 estabelecimentos

Após o debate, foi apresentada a palestra “As idéias inovadoras e vitrines do conhecimento”, ministrada pelo professor e historiador, Luiz Almeida Marins Filho. (Secom – Sorocaba)

Comentários