fbpx
Sorocaba e Região

Estudantes fazem mutirão de doação de sangue em Sorocaba

A campanha reuniu alunos da escola Antônio Padilha e Arthur Cyrillo Freire
O Hemonúcleo de Sorocaba tem capacidade para atender até 170 pessoas por dia. Crédito da foto: Emídio Marques

Cerca de 80 alunos, com idade entre 16 e 18 anos, participaram nesta sexta-feira (29) de um mutirão de doação de sangue no Hemonúcleo de Sorocaba. A campanha é organizada pela professora Ana Paula Damásio e reuniu estudantes da escola Antônio Padilha e Arthur Cyrillo Freire.

Dessa vez o mutirão também contou com a participação da professora Bruna Hernandez Pereira, 33, que em maio deste ano sofreu com problema série de saúde que reduziu drasticamente sua quantidade de plaquetas. Na época os alunos dela se mobilizaram e fizeram doações. “É muito emocionante saber que muita gente se uniu para me ajudar. Infelizmente, por conta do problema que tive, não posso fazer a doação, mas vim para agradecer cada um deles”, disse a professora.

Ana Paula conta que há 21 anos convida alunos para a realização do mutirão, que teve início após o pai dela precisar realizar transfusões. “Em maio fizemos essa edição especial pela Bruna e agora viemos de novo”, afirma.

Cerca de 80 estudantes participaram da ação. Crédito da foto: Emídio Marques

Lucas Miguel da Silva está no terceiro ano e em maio já havia feito sua primeira doação de sangue. “É muito gratificante ver que eu contribuí para a melhora da professora Bruna e de outras pessoas que também precisam da doação”, relata o estudante. Já Beatriz Teixeira, 17, fez sua primeira coleta e apesar do receio por conta da agulha, ela garante que pretende voltar mais vezes ao Hemonúcleo.

Paloma de Medeiros Rodrigues, 16, conta que estava ansiosa para doar e essa é sua primeira vez participando do mutirão. “Em maio eu gostaria de ter participado, mas acabei não conseguindo porque a autorização dos meus pais não estava reconhecida em cartório”, recorda.

A responsável pela captação e orientação no Hemonúcleo de Sorocaba, Ana Maria Cruz, conta que próximo ao Natal os estoques costumam baixar e o local tem capacidade para atender até 170 pessoas por dia. No caso dos adolescentes, é necessário a autorização do responsável reconhecida em cartório e o acompanhamento de uma pessoa maior de 21 anos ou então a presença do responsável no momento da doação.

Comentários