Sorocaba e Região

Escorpiões assustam moradores de três bairros em Sorocaba

Há muitos relatos no Júlio de Mesquita e nos jardins Vera Cruz e Guadalajara. Prefeitura contabiliza 438 casos apenas em 2019
Acúmulo de lixo e entulhos em vários pontos da cidade criam as condições ideais para os escorpiões procriarem
Acúmulo de lixo e entulhos em pontos da cidade criam as condições ideais para os escorpiões procriarem. Crédito da foto: Emídio Marques (21/08/2019)

 

Moradores de pelo menos três bairros da zona oeste de Sorocaba reclamam do aparecimento de escorpiões em suas residências. De acordo com eles, o problema tem sido frequente no Júlio de Mesquita (Sorocaba 1), e nos jardins Vera Cruz e Guadalajara.

Conforme a Prefeitura, somente em 2019 foram capturados 438 escorpiões pela Divisão de Zoonoses durante vistorias em residências da cidade. O número é maior que o total do ano passado, quando 360 foram entregues à Divisão ou coletados em vistoria. A Prefeitura, no entanto, afirma que os dados refletem o aumento das visitas. “Foram realizadas em 2019 até a data de ontem, mais de 12.100 visitas a imóveis para controle de escorpião”, diz.

Ecoponto desativado no Júlio de Mesquita favoreceria o aparecimento de escorpiões
Ecoponto desativado no Júlio de Mesquita favoreceria o aparecimento de escorpiões. Crédito da foto: Emídio Marques (21/8/2019)

 

No Júlio de Mesquita, os moradores da rua Áureo Arruda apontam como foco um antigo ecoponto. Apesar de desativado, o local continua sendo usado irregularmente pela população. No local tem descarte de lixo, entulho e móveis usados, além de mato. O encarregado de expedição Silton Tadeu Dynas Corrêa, 54 anos, afirma que tanto na casa dele quanto nas dos vizinhos, têm aparecido escorpiões recentemente. Conforme o morador, o problema é recorrente.

Leia mais  Condomínios devem fazer vistoria e limpeza para evitar escorpiões

 

O morador acredita que o ecoponto desativado esteja propiciando o aparecimento dos escorpiões nas casas próximas. “Já reclamamos na Prefeitura sobre o terreno que precisa ser limpo e fechado para evitar o acúmulo de lixo e entulho, mas nada foi feito”, reclama Silton.

Moradores do bairros Vera Cruz e Guadalajara capturaram escorpiões em suas residências
Moradores do bairros Vera Cruz e Guadalajara capturaram escorpiões em suas residências. Crédito da foto: Cortesia

 

Vera Cruz e Guadalajara

Moradores dos bairros Vera Cruz e Guadalajara também entraram em contato com o Cruzeiro do Sul para relatar o problema. Analogamente, eles informam o aparecimento de escorpiões em residências e condomínios. Além de denunciar, os moradores enviaram fotos dos escorpiões que capturaram em suas residências.

Reportagem do Cruzeiro do Sul encontrou diversos pontos da cidades com acúmulo de lixo e entulho nesta quarta-feira (21)
Reportagem encontrou diversos pontos com acúmulo de lixo e entulho nesta quarta-feira (21). Crédito da foto: Emídio Marques (21/8/2019)

 

Prefeitura diz que faz vistorias

A Prefeitura de Sorocaba, por sua vez, afirma que faz a sua parte. “São realizadas vistorias em imóveis com infestação de escorpiões, para a identificação de portas de entrada destes animais no imóvel”, diz. Além disso, são verificadas as “condições de instalação e proliferação, presença de condições que favoreçam sua permanência no ambiente (como alimentos)”. Ainda de acordo com a nota, há orientação técnica e notificação do responsável pelo imóvel para adequação das irregularidades. A providências são tomadas a fim de controlar infestações destes animais e evitar acidentes ocasionados por eles.

Em relação à rua Áureo Arruda, a Prefeitura informou que há apenas uma reclamação nessa localidade. A ocorrência teria sido comunicada em janeiro deste ano e atendida no mesmo mês.

A Secretaria de Saúde (SES) informa que denúncias devem ser feitas por meio do canal 156 ou pelo site da Prefeitura. Outra maneira de comunicar o problema é comparecendo às Casas do Cidadão. Também é possível registrar a ocorrência pelo WhatsApp da Ouvidoria Geral do Município, por meio do número (15) 99129-2426, das 8h às 17h. (Ana Cláudia Martins)

Saiba o que fazer em caso de picada de escorpião.

Comentários

CLASSICRUZEIRO