Sorocaba e Região

Enteada e padrasto são velados em locais separados em Araçariguama

Os corpos foram sepultados em horários diferentes no Cemitério Municipal da Paz
Enteada e padrasto são velados em locais separados em Araçariguama
O corpo de Ketlyn Barbosa foi velado na Câmara de Araçariguama. Crédito da foto: Reprodução / Câmara de Vereadores de Araçariguama

O corpo de Ketlyn Barbosa, de 14 anos, foi sepultado na tarde desta quinta-feira (31) em Araçariguama. Ela foi morta pelo padrasto, Reinaldo Patrício, 36. Ele se matou após o crime e também foi enterrado no Cemitério Municipal da Paz.

A pedido da família de Ketlyn, os velórios foram realizados em locais diferentes. A jovem foi velada na Câmara de Vereadores de Araçariguama. Já o corpo de Patrício foi encaminhado para o próprio velório municipal.

Os sepultamentos também foram em horários diferentes. O corpo de Patrício foi enterrado às 13h e o da jovem três horas depois.

O caso aconteceu quarta-feira (29) em Araçariguama. Patrício teria assassinado a enteada a facadas, no bairro Cintra Gordinho. Na sequência, o suspeito cometeu suicídio.

Segundo a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, quando a equipe chegou à casa da família, encontrou dois corpos. Um deles era da menina de 14 anos e perto dele havia uma faca. O outro era do padrasto da menina.

Araçariguama foi palco de outro crime envolvendo jovem

No ano passado, Araçariguama foi palco de outro crime envolvendo uma adolescente. O corpo de Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, de 12 anos, foi encontrado em 16 de junho de 2018 à margem de uma estrada rural.

Ela saiu de casa, em 8 de junho, para andar de patins, e não voltou mais. A menina foi sequestrada e assassinada.

Em outubro, a Justiça condenou o servente de pedreiro Júlio Cesar Ergesse pela morte de Vitória Gabrielly. A pena será de 34 anos de prisão, em regime fechado, pelo assassinato. (Da Redação)

Leia mais  'Mina do Ouro' desativada tem entrada localizada em Araçariguama
Comentários