Sorocaba e Região

Energia sobe 24% em oito cidades da Região Metropolitana

Veja em quais cidades a conta de luz vai ficar mais cara a partir de segunda (27)
energia-tomada
No ano passado, o aumento na conta de luz da companhia tinha sido de 10% . Crédito da foto: Erick Pinheiro

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira reajuste médio de 24,42% nas tarifas da Elektro Eletricidade. O reajuste entra em vigor no dia 27, próxima segunda-feira.
Para os consumidores residenciais, o reajuste médio autorizado pela Aneel foi de 23,20%. Já para os consumidores industriais, foi de 26,75%. A Elektro atende 2,6 milhões de unidades em 223 cidades do interior e litoral de São Paulo e cinco no Mato Grosso do Sul.

Na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) são oito municípios: Cerquilho, Cesário Lange, Jumirim, Piedade, Pilar do Sul, Tapiraí, Tatuí e Tietê.

Segundo a Aneel, o que mais pesou no reajuste foram os custos associados à prestação de serviços, principalmente relacionados à aquisição da energia e o risco hidrológico, que colaboraram com 13,86 pontos percentuais do reajuste médio aprovado. A alta do dólar também impactou no reajuste. No ano passado, o aumento tarifário da companhia havia sido de 10,57%.

Leia mais  Remédios apreendidos em depósito clandestino são descartados pela Prefeitura de Sorocaba

Além do aumento na Elektro, foi aprovado reajuste de outras quatro concessionárias. Na Companhia Elétrica do Maranhão (Cemar) a alta média será de 16,94% a partir do dia 28. A conta da Energisa Paraíba vai subir 15,73%. Em Santa Catarina foram aprovados reajustes para a Coperaliança (12,47%) e João Cesa (8,33%), que começam a valer no dia 29.

Os processos de revisão e reajustes tarifários estão sendo impactados pela alteração no orçamento da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), proposta pela Aneel este mês, que prevê aumento de R$ 1,4 bilhão em valores pagos pelas distribuidoras de energia.

O custo é repassado aos consumidores por meio da conta de luz. No caso das distribuidoras que já tiveram aumentos aprovados neste ano, o novo custo será repassado para as tarifas em 2019. (Folhapress e Redação)

Leia mais  Homem é preso suspeito de abusar sexualmente de adolescente em Araçariguama
Comentários

CLASSICRUZEIRO