fbpx
Sorocaba e Região

Enem tem índice de abstenção de 23,76% em todo o Estado

Tema da redação é elogiado por professores em Sorocaba
Enem tem índice de abstenção de 23,76% em todo o Estado
Segunda fase do exame acontece no próximo domingo. Crédito da foto: Arquivo

Um total de 193.532 estudantes paulistas não compareceu à primeira fase Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizada no domingo, com índice de abstenção de 23,76%. Em todo o País, o percentual de ausentes foi de 23,1%. O Inep não divulgou o índice de abstenção por município. Em Sorocaba, 13.555 estavam inscritos para o exame.

Na primeira fase, além das questões sobre linguagens, códigos e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias, também houve a aplicação da redação. O tema escolhido para este ano, a “democratização do acesso ao cinema no Brasil”, foi comentado por professores que abordaram sua importância.

O professor de redação e literatura do Colégio Politécnico, João Alvarenga, declara que o tema cultura de um modo geral foi discutido em sala de aula com os vestibulandos. “Falamos do modernismo, da cultura do nosso País. Fizemos uma redação sobre o resgate cultural brasileiro e da indústria cultural”, disse.

Leia mais  Sorocaba sedia Fórum de Cidades Inteligentes

Porém, afirma que alguns alunos ficaram surpresos diante de outros temas que poderiam ter sido abordados, como, por exemplo, as queimadas na Amazônia. “É uma loteria, mas temos que preparar o aluno para qualquer tema. Ele também precisa usar a coletânea — textos base trazidos junto com a redação, e trazer o repertório pessoal”.

Uma dos caminhos para seguir na redação, aponta Alvarenga, seria abordar a questão do cinema no Brasil ter saído das ruas e migrados para os shoppings ao longo dos anos. Para o docente, essa junção teria dificultado o acesso das classes mais pobres ao cinema, que acabou se tornando um lazer caro. No texto, uma das soluções seria a construção de salas de cinema em locais públicos, como praças, e levar o cinema para a periferia.

A professora de redação e literatura do Colégio Dom Aguirre, Rosângela Gueriero, também ressalta a relevância do assunto, diretamente ligado à cultura. “Falar sobre cultura em um País que não dá acesso a cultura é muito importante, principalmente para os jovens”.

Leia mais  Campeonato definiu os semifinalistas

O tema cultura, inclusive, foi tratado em sala durante as aulas de literatura, por meio de obras literárias. A coletânea, com textos teóricos sobre a importância do cinema e um infográfico com números mostrando a distribuição das salas de cinema, também foi elogiada por Rosângela. Para a docente, conciliando as informações dispostas no material seria possível alcançar uma boa redação.

Carolina Rosa, professora de português e redação do Anglo Sorocaba, também trabalhou o tema cultura com os alunos. “Abordamos a cultura brasileira, a música e a indústria cultural”, comentou. De acordo com Carolina, o cinema foi tratado por meio de produções cinematográficas para explicar outros temas. “Alguns alunos amaram, pela facilidade em perceber que o cinema estava conectado o tempo todo com as aulas de redação”, finalizou. (Aline Albuquerque – Programa de estágio / Supervisão: Rosimeire Silva)

Comentários