Sorocaba e Região

Empresas e sindicato acertam transição na linha de Salto de Pirapora

Com a contratação dos 42 trabalhadores da Piracema pela São João, usuários terão 100% dos ônibus nas ruas
EMTU transferiu horários da Piracema à Auto Ônibus São João para atenuar prejuízos aos passageiros. Crédito da Foto: Emídio Marques (18/7/2019)

As empresas de ônibus São João e Piracema e o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região acertaram, nesta terça-feira (13), a transição de todos os 42 trabalhadores da antiga para a nova operadora do transporte coletivo intermunicipal entre Salto de Pirapora e Sorocaba.

Leia mais  EMTU vai autuar a Viação Piracema por paralisação de linhas

 

Assim, além das linhas da Piracema, a São João irá assumir também seus motoristas, cobradores e pessoal em funções internas. Isso encerra o impasse que vinha impedindo a operação de 100% da tabela de horários pela São João mesmo após ela ter recebido as linhas da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU).

Enquanto a transição dos trabalhadores da Piracema não for concluída, a São João irá manter o transporte intermunicipal em funcionamento com trabalhadores que já pertencem ao seu quadro de funcionários. Os funcionários da Piracema começam a trabalhar na São João assim que efetivarem o contrato de trabalho e realizarem o exame médico admissional.

Na reunião, realizada na Prefeitura de Salto de Pirapora, a Piracema concordou em dar baixa nas carteiras de trabalho para liberar a contratação dos trabalhadores pela São João, bem como a homologação com valores zerados das verbas rescisórias — o que permite, ao menos, a retirada do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) que está depositado.

Porém, o pagamento das verbas rescisórias devidas pela Piracema aos trabalhadores precisará ser obtido judicialmente pelo Sindicato dos Rodoviários, a exemplo do que aconteceu com os mesmos funcionários em 2009, por ocasião da quebra da Breda Sorocaba. De acordo com o sindicato, os trabalhadores estão até este momento sem receber nenhum valor referente aos anos trabalhados na Breda.

Um mês depois

A greve dos trabalhadores da Piracema havia sido iniciada em 12 de julho, por falta de pagamento de salário e outros direitos como tíquete-refeição e plano de saúde. Desde então, 50% do transporte coletivo metropolitano entre Salto de Pirapora e Sorocaba ficou suspenso. (Eric Mantuan)

Comentários

CLASSICRUZEIRO