Sorocaba e Região

Em cerimônia, comandante interina do CPI-7 fala sobre aperfeiçoamento da PM

Novos policiais, que se formarão no fim do ano, participaram da apresentação da Bandeira Nacional
Foto: Reinaldo Galhardo

A busca pelo aperfeiçoamento da Polícia Militar a fim de garantir segurança à comunidade é constante com a colaboração de todos. Foi com esse discurso que a comandante-interina do CPI-7,  tenente-coronel Georgia Abílio Públio Mendes, abriu a solenidade de apresentação da Bandeira Nacional aos 82 novos PMs que estão sendo preparados pela Escola de Formação de Soldados e que se formarão no fim do ano, prontos para serem designados aos 78 municípios que estão sob a jurisdição do CPI-7.

A cerimônia também faz parte da semana de celebração dos 43 anos da corporação e que se encerra no próximo domingo, com a corrida anual de 7,7 km Pedro Dias de Campos, com largada e chegada às 8h no quartel localizado no bairro Cerrado. Personalidades sorocabanas e da imprensa também foram homenageadas com o diploma de Amigo da PM, entre eles os fotógrafos Vanderlei Pedraçoli e Joel Vieira, além de diplomas de reconhecimento destinados a PMs que se destacaram em operações da cidade.

Personalidades sorocabanas foram homenageadas. Foto: Reinaldo Galhardo

Em seu discurso a tenente-coronel lembrou que “o esforço conjunto de todos é o que permite a evolução da formação dos futuros PMs”. A delegada de Polícia Madeleine Caputo, presente na cerimônia, observou que “a polícia civil é parceira da PM porque essa união beneficia a sociedade”. Na opinião do administrador Celso Corrêa, “o debate sobre a segurança pública passa pela Educação e atualmente os brasileiros esperam que o novo governo federal atenda de fato esses pilares de Formação que, quando desequilibrados, fazem aumentar a violência e a sensação de insegurança”.

A comandante-interina do CPI-7,  tenente-coronel Georgia Abílio Públio Mendes. Foto: Reinaldo Galhardo

O administrador opinou ainda que a atual onda de ataques no Ceará promovem também um impacto midiático que colabora para a sensação de insegurança. Estamos vivendo tempos de mudanças e acredito que não devemos perder a confiança nas instituições como a PM que existem justamente para desempenhar o seu papel com evolução permanente”.

A cerimônia também iria homenagear o coronel Antonio Valdir Gonçalves Filho, que passou para a reserva e deixou o comando do CPI-7 nesta semana. Porém, Valdir informou que não poderia comparecer ao evento pois hoje será a sua posse como secretário municipal de Secretaria da Segurança e Defesa Civil da Prefeitura de Sorocaba.

Comentários

CLASSICRUZEIRO