Sorocaba e Região

Dois irmãos são acusados da morte de jovem de 19 anos

Crime ocorreu em março do ano passado; ex-namorado é um dos autores
Delegada Luciane Bachir, da DIG, divulgou o esclarecimento de crimes. Crédito da Foto: Emídio Marques/Arquivo JCS (29/3/2019)
Delegada Luciane Bachir, da DIG, divulgou o esclarecimento de crimes. Crédito da Foto: Emídio Marques/Arquivo JCS (29/3/2019)

Dois irmãos foram presos no início deste mês acusados da morte da jovem Nahyara Oliveira Risolim, de 19 anos, ocorrido em 4 de março do ano passado, no Jardim Abaeté. Um dos envolvidos no crime era companheiro da vítima. Segundo a delegada Luciane Bachir, titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), o acusados alegaram que a jovem ameaçava o namorado de morte, porém investigações demonstram que os irmãos tinham planejado o assassinato.

Leia mais  Adolescente e ex-funcionário são detidos por morte de empresário em Itapetininga

 

O corpo da jovem foi localizado numa pista de caminhada do Jardim Abaeté e apresentava cinco ferimentos provocados por disparos de arma de fogo, sendo três no rosto, um no peito, e outro no pescoço. No momento da localização, a vítima não portava documentos, sendo identificada posteriormente por familiares. Os acusados André Pereira, 27 anos, e Felipe Pereira, 28 anos, foram presos preventivamente no dia 3 de abril.

Morte de idoso

Outro caso esclarecido pela DIG foi o latrocínio do idoso Aparecido Cardoso, de 74 anos, ocorrido em 18 de dezembro do ano passado, no bairro Jardim Maria Eugênia. Segundo a delegada, Rodrigo de Oliveira, 36 anos, vulgo Bodão, confessou o crime. O acusado disse ser viciado em cocaína, crack e maconha e que teria matado o idoso com 27 facadas, após um desentendimento com a vítima.

Roubos

A DIG também divulgou o esclarecimento de dois assaltos sofridos por motoristas de aplicativos ocorridos nos dias 22 e 26 de março, com chamadas, respectivamente saindo da Praça da Bandeira e avenida Ipanema, e que ambos foram praticados por Deivid Conceição Martins, 24 anos. Ele já tinha passagem por roubo.

O autor do roubo a uma clínica de psicologia no Jardim Rosália Alcoléa, no dia 12 de março, também foi localizados pela polícia. Segundo a delegada Luciane Bachir, o homem identificado como Vicente de Paula, de 41 anos, esteve mês passado na referida clínica para realização do exame psicotécnico para tirar Carteira Nacional de Habilitação. Na ocasião, ele observou que todo pagamento era feito em dinheiro, e uma semana após, no dia 12, retornou para efetuar o assalto.

Entretanto, seu jeito inquieto na sala de espera, chamou a atenção de um paciente que antes de ser atendido o fotografou minutos antes do roubo, que rendeu ao acusado aproximadamente R$ 2 mil, e celulares. Como o autor já tinha passagem por roubo, policiais da DIG chegaram até ele, que foi preso temporariamente, mas já teve a prisão alterada para preventiva.

O assalto a um salão de beleza, na Vila Barão, segunda-feira (15) também levou à prisão Pâmela Cristina Alfonsi Porfírio, no Jardim Renascer, região do Habiteto. Segundo as vítimas, ela levou R$ 600, e teria um comportamento bastante agressivo e manuseava um revólver. De acordo com a delegada, ela foi autuada em flagrante por posse ilegal de arma, e não revelou quem eram os dois comparsas que também teriam participado do assalto. A acusada também será representada pela prisão temporária no caso do assalto. (Adriane Mendes)

Comentários