Buscar no Cruzeiro

Buscar

Dia dos Pais não anima muitos consumidores na véspera da data

10 de Agosto de 2019 às 22:33
Marcel Scinocca [email protected]

Dia dos Pais não anima muitos consumidores na véspera da data Para estimular as vendas, o comércio ficou aberto até mais tarde ontem. Crédito da foto: Emidio Marques (10/8/2019)

Apesar de ter iniciado de forma “fria” pela manhã e sem muita expectativa, o movimento no comércio central de Sorocaba se intensificou durante a tarde de sábado (10), véspera do Dia dos Pais. A maioria das lojas ficou aberta até as 18h. Nos estabelecimentos, entretanto, o que se via era pouco entusiasmo e era notável a falta de informações alusivas à data.

Muitas lojas investiram em promoções e descontos, mas tinha gente que nem estava preocupada com a situação. Caso do vendedor Adriano Almeida, que estava na rua Barão do Rio Branco com a filha, a pequena Larissa, de 6 anos. Afinal, o presente dele já estava garantido. “Não sei como foi pago, mas o meu presente já recebi”, diz Almeida, desconfiado sobre quem pagou o perfume entregue pela filha.

Dia dos Pais não anima muitos consumidores na véspera da data Adriano com a filha Larissa. Crédito da foto: Emidio Marques (10/8/2019)

Outra que não estava preocupada com o movimento do comércio é a dona Maria Aparecida do Nascimento, que é viúva há vinte anos e que, por isso, diz que é mãe e pai. Munida de várias sacolas, ela garante que já recebeu parte do presente esperado. “Vim aqui para escolher e acho que foi melhor que no passado”, diz. Ela também se gaba de ganhar dois presentes por ano, do Dias das Mães e do Dia dos Pais.

Dia dos Pais não anima muitos consumidores na véspera da data Maria Aparecida é mãe e “pai”. Crédito da foto: Emidio Marques (10/8/2019)

Segundo pesquisa realizada pelo setor de economia da Associação Comercial, em parceria com a Esamc Jr., as vendas para o Dia dos Pais devem crescer em até 2%, em comparação ao ano passado. Ainda conforme a pesquisa, 57% dos entrevistados presentearam os pais em 2018. Em relação aos presentes, os itens que os filhos estão em busca são: roupas, calçados e eletroeletrônicos. O ticket médio será de R$ 160. (Marcel Scinocca)

[irp posts="151987" ]