Sorocaba e Região

Dia do Dentista: tratamentos estéticos revolucionam a Odontologia

Profissionais destacam a evolução na área
Tratamentos estéticos revolucionam a Odontologia
Laminados, lentes de contato dentais, resinas e fragmentos cerâmicos são aliados de um sorriso perfeito. Crédito da foto: Divulgação

Ter um sorriso encantador é o sonho de muitas pessoas e a evolução na Odontologia Estética tem possibilitado a realização de tratamentos dos mais variados e inovadores. De acordo com a cirurgiã-dentista Fernanda Nóbbrega, que tem clínica em São Paulo, a Odontologia está cada vez mais estética, e o mais importante é que os profissionais estão conscientizando-se que não é só a estética; a mastigação também é importante. “A maneira como o paciente mastiga, como um dente encaixa no outro para que o procedimento estético permaneça inalterado”, afirma.

Destaca Fernanda que hoje os tratamentos odontológicos, inclusive estéticos, também estão menos invasivos e mais rápidos, mais seguros e indolores, com técnicas laboratoriais e materiais específicos que possibilitam melhor resultado nos procedimentos. E os pacientes estão mais conscientes quanto à individualização dos tratamentos e atentos às orientações dos dentistas para a manutenção da saúde bucal como um todo.

Técnicas e materiais

Tratamentos estéticos revolucionam a Odontologia
Fernanda: procedimento no tempo certo. Crédito da foto: Acervo Pessoal

Fernanda informa que atualmente a Odontologia Estética inclui a utilização de laminados, lentes de contato dentais, resinas e os fragmentos cerâmicos, entre outras inovações.
Os laminados são indicados para aqueles pacientes que têm que mudar a cor do dente, corrigem melhor defeitos, cores e manchas. Os materiais que os laboratórios usam hoje são muito evoluídos, com características que apresentam resultados melhores, afirma Fernanda. As lentes de contato dentais, informa, são laminados extremamente finos e, por isso, melhoram o brilho do dente, e até corrigem alguma coloração, clareiam os dentes.

Mas, se o paciente tiver dentes muito manchados, a lente de contato dental não vai ter esse poder de cobertura, esclarece. Cada caso deverá ser tratado de acordo com suas especificações, segundo a cirurgiã-dentista.

As pessoas que têm espaços entre um dente e outro, por exemplo, poderão preencher esse espaço com fragmento de porcelana, um trabalho altamente especializado na área odontológica e que conta com material de qualidade para o preenchimento, explica Fernanda. E não é preciso desgastar o dente para conseguir a cor que o paciente deseja.

O material e as técnicas utilizadas possibilitam a realização de procedimentos com excelentes resultados e satisfação dos pacientes. Fernanda recomenda, no entanto, que as pessoas interessadas procurem profissionais especializados.

Sem contraindicações

De acordo com a cirurgiã-dentista, não existe contraindicação para tratamento estético, todas as pessoas podem fazer. O que a especialista ressalta é que existe a hora certa durante o tratamento odontológico para ser iniciada a fase estética. Fernanda explica que cada paciente tem seu tempo ideal para determinados procedimentos e sempre há a necessidade de uma avaliação completa das condições dos dentes para que seja feito um diagnóstico coerente com as necessidades e aspirações do paciente. “Então, saberemos se ele vai precisar de um laminado ou de uma lente de contato, ou o fragmento cerâmico; considerando até mesmo a situação financeira do paciente”, detalha.

Outra possibilidade, segundo Fernanda, é a utilização de resinas para melhorar a aparência dos dentes. As resinas, explica, estão muito evoluídas, e com elas é possível fazer restaurações diretas. “É claro que deve-se escolher a cor certa para cada paciente”.

Higiene diária

A beleza de um sorriso, porém, tem de estar diretamente ligada à saúde bucal e isso inclui a correta escovação diária dos dentes, uso do fio dental e visitas periódicas ao dentista. “As pessoas estão sim cada vez mais interessadas em corrigir os dentes e ter um sorriso bonito. Mas, não adianta gastar para corrigir o sorriso se os dentes lá de trás não estão mordendo corretamente ou a pessoa não consegue se alimentar direito e colocar em risco o sorriso que mais dia menos dia irá perder”, orienta Fernanda.

Tecnologia estreita a relação entre o dentista e pacientes

Tratamentos estéticos revolucionam a Odontologia
Zamuner: região de Sorocaba tem dentistas de várias especialidades. Crédito da foto: Acervo Pessoal

A tecnologia aplicada à odontologia tem contribuído em todos os aspectos no tratamento em consultórios, mas onde mais se sente, é na rápida comunicação entre profissionais, trocando imagens de diagnósticos e discussões de casos clínicos, afirma o cirurgião-dentista Luiz Antonio Zamuner.

A utilização dos recursos tecnológicos beneficia tanto os odontólogos como os pacientes que podem contar com atendimentos mais específicos e focados nas suas necessidades individuais no tocante à saúde bucal. Outro fator positivo da parceria odontologia/tecnologia está na precisão e agilidade dos tratamentos.

Em constante evolução, um dos maiores avanços registrados na área odontológica é o implante dentário, executado há várias décadas por cirurgiões-dentistas e que, de acordo com Zamuner, mudou o paradigma da profissão e revolucionou também as outras especialidades, como a radiologia, por exemplo. Além de elevar a autoestima dos pacientes que tiveram o sorriso restaurado com uma técnica inovadora e acessível a muitas pessoas.

Zamuner destaca que a região de Sorocaba tem odontólogos das mais diversas especialidades e tão atualizados como em qualquer grande centro mundial. E a modernização dos consultórios com equipamentos de última geração garantem um atendimento de primeiro mundo às mais complexas necessidades pessoais quando se trata de saúde bucal e estética odontológica. “O mundo tem mudado tanto nos últimos anos, que acho difícil uma previsão de como será a odontologia no futuro. Mas tenho certeza que, assim como hoje, teremos pessoas dedicadas a essa profissão maravilhosa”, enfatiza.

APCD

Os profissionais de odontologia também contam com o APCD Jornal, que tem o sorocabano Luiz Antonio Zamuner como diretor do Departamento de Comunicação da APCD Central desde 2014.

De acordo com Zamuner, o APCD Jornal há mais de 50 anos leva informação de qualidade para a classe odontológica, abrangendo todo o Brasil e também profissionais do exterior. A sua enorme tiragem ajudou a transformar o Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo num dos maiores eventos do mundo. “O jornal é um organismo vivo que se renova a cada dia a partir de fatos marcantes e determinantes para a evolução da sociedade e a informação da categoria. Produzir um jornal com a qualidade do APCD Jornal, que tem a missão de informar mais de 100 mil leitores da área de Odontologia, exige compromisso e responsabilidade”, completa Zamuner.

Profissão exige destreza, conhecimentos e paciência

Tratamentos estéticos revolucionam a Odontologia
Valter Zamur: para ser dentista é preciso gostar de cuidar de pessoas. Crédito da foto: Emidio Marques

’’A Odontologia é uma profissão que requer daqueles que a exercem o senso estético de um artista, a destreza de um cirurgião, os conhecimentos científicos de um médico e a paciência de um monge’’, destaca o cirurgião-dentista e professor Valter Zamur, citando o conceito que o Papa Pio XII expressou em seu reconhecimento aos profissionais da Odontologia.

Com a experiência de muitos anos de magistério lecionando em faculdades de Odontologia, associações de classe, em escolas de aperfeiçoamento profissional, entre outras, Zamur recomenda aqueles que planejam ingressar num curso de graduação na área odontológica que, procure conhecer um pouco de como é o dia a dia do profissional dessa área.

O interessado também deve ter habilidade manual e gostar de trabalhar com objetos pequenos. Mas também deve ter preferência por aprendizados na área de saúde e especificamente na saúde bucal, ressalta Zamur.

Outro requisito, segundo ele, é que o odontólogo deve gostar de estudar e estar sempre atualizado em relação à profissão. ‘‘Quem seguir essas ponderações, certamente será bem-sucedido profissionalmente, e sem esquecer de sempre trabalhar com muito honestidade’’, ensina Zamur.

Graduado em Odontologia, deixará a faculdade como cirurgião-dentista e estará apto a fazer tratamentos gerais, como também pequenas cirurgias. Fora da sua área específica de atuação como cirurgião-dentista, pode atuar como gestor em determinados serviços de saúde, pesquisador na área de saúde como um todo ou mesmo em setores específicos, voltadas diretamente à saúde bucal, elenca Zamur. Outras possibilidades de atuação incluem ser responsável por estabelecimentos que comercializam produtos odontológicos e como professor em faculdades de Odontologia.

No tocante às especialidades o campo de trabalho é vasto e a tendência é de expansão, segundo Zamur. No decorrer dos anos e com os avanços tecnológicos, surgiram várias especialidades, tais como Implantodontia, Endodontia, Ortodontia, Odontologia Estética, Odontopediatria, Odontogeriatria, Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacil, entre outras, e, em 2015, o Conselho Federal de Odontologia reconheceu a Acupuntura, a Homeopatia e a Odontologia do Esporte como especialidades odontológicas. (Da Redação)

Comentários