Sorocaba e Região

Denúncias recebidas pelo Whatsapp auxiliam investigações da Polícia Civil

Nos últimos 15 dias, ao menos 50 informações relevantes foram recebidas através do canal de comunicação
Os delegados Rodrigo Ayres e Wilson Negrão durante coletiva. Crédito da foto: Vinicius Fonseca (14/02/20)

A Polícia Civil recebeu ao menos 50 mensagens relevantes para mover investigações em Sorocaba nos últimos 15 dias. As informações foram enviadas para o número de WhatsApp lançado em 31 de janeiro como canal de comunicação para receber denúncias da população.

Segundo os Delegados de Polícia Wilson Negrão e Rodrigo Ayres, as denúncias recebidas são sobre tráfico de drogas, roubo, pichação, procurados pela Justiça e outros. Os responsáveis pelas investigações também afirmam que a iniciativa lançada no mês passado tem sido de extrema importância para dar andamento a casos já conhecidos, bem como servir de ponto de partida de outros.

Casos

Os delegados informaram, em uma entrevista coletiva nesta sexta-feira (14), que das investigações realizadas com informações recebidas através de mensagens, três já resultaram em prisões e apreensões.

Leia mais  Plantão da Caixa abre oito agências na região de Sorocaba neste sábado

Em uma delas, a denúncia de tráfico de drogas foi passada com detalhes, o que, segundo Rodrigo Ayres, facilitou muito o trabalho da Polícia. Em uma semana de investigação a equipe chegou até um endereço no bairro Mineirão e realizou a prisão de uma pessoa em flagrante. Foram apreendidas 575 porções de cocaína e 84 de maconha, que estariam sob a posse do dono da casa.

Na Vila Carvalho, também em Sorocaba, foram apreendidas 22 máquinas de caça-níquel. A denúncia também partiu do WhatsApp.

Já em Mairinque, na Região Metropolitana de Sorocaba, um procurado por homicídio foi capturado. O delegado Rodrigo ressaltou que o número serve para toda a região de Sorocaba, e não só o Município.

Mais de 600 porções de drogas foram apreendidas. Crédito da foto: Divulgação/ Polícia Civil (14/02/20)

Denuncie

Wilson Negrão destacou a importância de se continuar a utilizar outros meios como os disques 190 e 0 181, mas afirmou que o WhatsApp é um meio acessível e que permite à Polícia o contato com o denunciante, possibilitando que fotos e vídeos sejam enviados, e até mesmo que outras perguntas sejam feitas. A preservação do anonimato também é garantido, como relembrou o delegado.

Leia mais  Incêndio atinge galpão de funilaria em Itu

O número para denúncias é (15) 99805-1751.

Comentários