Sorocaba e Região

Delegacia da Mulher terá pré-atendimento psicológico em Sorocaba

No período do Carnaval, a unidade registrou 30 boletins de ocorrência, com sete flagrantes de violência contra a mulher
DDM terá pré-atendimento psicológico
Sorocaba foi a primeira cidade do interior a ter Delegacia da Defesa da Mulher aberta 24 horas. Crédito da foto: Fábio Rogério / Arquivo JCS (2/5/2019)

A delegada Veraly de Fátima Bramante Ferraz, titular da Delegacia da Defesa da Mulher de Sorocaba (DDM), foi a entrevistada na manhã desta segunda-feira (2) no Jornal da Cruzeiro, na Cruzeiro FM 92,3. Ela falou dos avanços no atendimento à mulher vítima de violência na cidade. E também anunciou que as vítimas irão receber pré-atendimento psicológico na DDM, por meio de estagiários do curso de Piscologia, da Universidade de Sorocaba (Uniso).

Além disso, a delegada disse que no período do Carnaval, na cidade, em 4 dias, a DDM registrou 30 boletins de ocorrência, com sete flagrantes de violência contra a mulher.

Veraly disse ainda que a DDM está melhorando o atendimento à mulher no local, e que otimizou o pessoal que presta atendimento às vítimas.

“A estrutura está melhor e a delegacia está bem mais equipada estruturalmente e com pessoas para atender, sendo 5 delegados, 4 escrivãs à noite e mais 4 durante o dia, entre outros”, diz.

A delegada afirma ainda que nos casos de violência física contra as mulheres, 90% das ocorrências envolvem agressores drogados ou embriagados.

Leia mais  Covid-19: vacinação em Sorocaba começa nesta quarta-feira (20)

Veraly destacou ainda os casos de importunação sexual sofrida pelas passageiras do transporte público, como nos ônibus. Segundo ela, um ônibus exclusivo para as mulheres ajuda, mas o ideal seria que tal fato não fosse necessário.

Conforme ela, Sorocaba é referência no atendimento à mulher vítima de violência, já que a cidade foi a primeira do interior a ter a DDM funcionando 24 horas por dia.

De acordo com a delegada, atualmente as mulheres estão denunciando mais, mas ainda existem aquelas que sentem vergonha e ainda preferem não denunciar o agressor.

DDM terá pré-atendimento psicológico
Veraly de Fátima é delegada titular da DDM Sorocaba. Crédito da foto: Divulgação Cruzeiro FM

Veraly também destacou que desde que a DDM passou a funcionar 24 horas aumentou a procura e o número de ocorrências aumentou no mesmo período. “De um ano pra cá, desde que começou a funcionar 24 horas, o número de ocorrências aumentou e a procura está grande”, disse.

Leia mais  Polícia investiga caso de bebê encontrado no rio em Piedade

A delegada aponta ainda que o botão do pânico funciona muito bem na cidade e que são feitos vários flagrantes de descumprimento de medida protetiva. “O botão do pânico funciona e muito bem e é rápido. Depois de acionado leva em média 7 minutos, porque ele é integrado tanto com a Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar (PM).

Veraly, por fim, ressaltou a importância das leis criadas para proteger e defender as mulheres, como a do feminicídio, e que elas são importantes para que a mulher seja realmente respeitada. (Ana Cláudia Martins)

Comentários