Sorocaba e Região

Deic prende 3º suspeito de matar homem em passarela na Raposo

Vítima era usuária de drogas e teria causado confusão em ponto de tráfico de entorpecentes
Polícia prende homem acusado de estelionato
Durante as investigações, a Deic identificou o suspeito e conseguiu prendê-lo. Crédito da foto: Fábio Rogério (28/8/2020)

O terceiro suspeito de participar do homicídio a tiros de um homem em uma passarela da rodovia Raposo Tavares, no bairro João Romão em Sorocaba, foi preso pela polícia nesta quarta-feira (3). As investigações foram comandadas pela 3ª Delegacia de Homicídios da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Sorocaba.

William José Maciel de Oliveira tinha 40 anos e morreu no dia 24 de outubro após ser baleado na passarela no quilômetro 97 da rodovia. A perícia foi acionada e constatou três perfurações de arma de fogo na vítima.

De acordo com a polícia, Oliveira era usuário de drogas e morava em São Roque. Ele teria vindo até Sorocaba para se internar em uma clínica para dependentes químicos no bairro de Brigadeiro Tobias. Ele desistiu do tratamento e foi até um ponto de tráfico de drogas no João Romão, onde teria causado uma confusão com os criminosos.

Leia mais  Câmara recebe ex-prefeito de Sorocaba

Os outros dois suspeitos, que teriam agredido a vítima, já tinham sido presos pela polícia no dia 17 de dezembro, durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão. Um dos homens foi detido no bairro João Romão e o outro no bairro Vila Nova, em Votorantim.

A conclusão dos trabalhos foi divulgada nesta quarta-feira (3), junto com a prisão do terceiro suspeito no bairro Colorau. Ele confessou o crime durante depoimento na Deic, sendo apontado como autor dos disparos.

Os homens, que estão com prisão preventiva decretada, foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CDP) no bairro de Aparecidinha, em Sorocaba. (Jomar Bellini)

Comentários