Sorocaba e Região

Criminosos que assaltaram shopping de Sorocaba se passaram por entregadores

Criminosos teriam entrado pelo estacionamento coberto, por onde conseguiram fugir levando produtos do estoque
Suspeitos entraram disfarçados antes da abertura do shopping. Crédito da foto: Divulgação

Os dois homens armados que assaltaram uma loja de eletrodomésticos e eletrônicos, em um shopping de Sorocaba, na manhã desta quinta-feira (30), se passaram por entregadores para efetuar o roubo. O crime aconteceu às 8h55, quando o estabelecimento ainda não estava aberto. Portanto, não havia clientes no local.

Conforme apurado pela reportagem do jornal Cruzeiro do Sul, ao menos uma gerente e uma sub-gerente foram feitas reféns. Os criminosos teriam entrado pelo estacionamento coberto, por onde conseguiram fugir levando produtos do estoque – o prejuízo não foi informado.

Este é o segundo assalto ao shopping nesta semana. O primeiro ocorreu no último domingo (26), em uma loja de celulares.

De acordo com a Polícia Militar, a segurança foi reforçada no local. Há, conforme a PM, uma articulação para, juntamente às equipes de apoio dos shoppings na cidade, haver “melhor adequação dos procedimentos de segurança”. “A PM está fazendo esforços para identificação e prisão dos indivíduos”, informa a corporação. Segundo a assessoria de imprensa da loja, “a unidade está funcionando normalmente e a rede está contribuindo com as investigações dos órgãos competentes”.

Leia mais  Shopping de Sorocaba é alvo de ladrões pela segunda vez na semana

 

A reportagem esteve no local e o sentimento dos lojistas e colaboradores é de insegurança. Inclusive, está sendo planejado um movimento de fechamento das lojas no próximo domingo (2), como forma de protesto à falta de segurança no ambiente de trabalho. “É sempre assim, a gente vê eles entrando e saindo pelo subsolo porque é mais fácil, não tem segurança”, disse uma funcionária de um estabelecimento próximo ao local do roubo. “A gente corre para se esconder quando vê que começa uma correria. Trabalho há muito tempo aqui e vem acontecendo sempre”, acrescentou.

O Cruzeiro do Sul tentou contato com a gerência do shopping, mas não houve retorno até o fechamento deste texto. (Esdras Pereira)

Comentários

CLASSICRUZEIRO