Sorocaba e Região

Convênios ampliam em 50% as vagas da Univesp na região

O governador Márcio França formalizou na última terça-feira convênios com 24 municípios da Região Administrativa de Sorocaba (RAS) para implantação de polos da Universidade Virtual de São Paulo, a Univesp. Assim, com essa formalização, 29 dos 47 municípios da RAS já oferecem os cursos da mais nova universidade pública do Estado. Com essas adesões, o número de vagas disponíveis na Univesp para o segundo semestre aumentou 50,7% em relação ao primeiro semestre na região de Sorocaba. Na mesma solenidade, que contou com a participação de educadores de todo o Estado, Márcio França também liberou R$ 1,95 milhão para reformas em escolas estaduais de Anhembi, Avaré, Botucatu, Bofete, Piraju, Ribeirão Branco, Itapetininga, Salto e Votorantim.

Com a formalização dos convênios com a Univesp, Alumínio, Anhembi, Araçariguama, Avaré, Boituva, Botucatu, Capela do Alto, Cerquilho, Cesário Lange, Cerqueira César, Conchas, Guareí, Ibiúna, Itapetininga, Itu, Iperó, Laranjal Paulista, Mairinque, Pereiras, Porangaba, Porto Feliz, Salto, São Miguel Arcanjo, Sarapuí, Sorocaba, Taquarituba, Tatuí, Tietê e Votorantim passam a integrar, agora formalmente, a rede de apoio aos alunos, com infraestrutura, laboratórios e orientadores. Com isso, a região de Sorocaba passa a contar com 4.900 vagas na Univesp a partir deste segundo semestre.

Leia mais  Clientes ficam até 5 horas em filas de bancos em Sorocaba

Cursos a distância

A Univesp é a única universidade pública 100% a distância do Brasil. As aulas são ministradas por professores da USP, da Unicamp e da Unesp, o que assegura a qualidade de ensino. Além dos 12 municípios da região central, outros 131 convênios foram assinados na terça-feira, beneficiando jovens de pequenas, médias e grandes cidades das 16 regiões administrativas do Estado. “Governar é oferecer oportunidades para as pessoas, especialmente para os jovens”, explicou o governador durante a solenidade, realizada no Palácio dos Bandeirantes.

Com essa expansão, a Univesp passa a oferecer mais de 55 mil vagas no Estado, saltando de 45 para 330 polos em 12 meses, com presença em 290 cidades, o que representa mais de 44% do território paulista. A expectativa é chegar a 450 mil vagas até o final de 2019. Assim, todos os alunos formados no ensino médio na rede estadual de ensino terão uma vaga garantida na universidade pública, sem a necessidade de prestarem vestibular. “É um objetivo arrojado, mas é muito importante que rapazes e moças voltem a se animar com o ensino médio porque eles saberão que vão ter a chance de frequentar uma universidade pública, gratuita e de qualidade. Não vai ter como dizer que faltou oportunidade, porque o Estado vai oferecer. A meta é que o aluno possa fazer a faculdade em sua própria cidade”, resumiu Márcio França. (Da Redação)

Comentários