Sorocaba e Região

Condutores de vans reclamam da cobrança de taxa pelo Detran-SP

Categoria ameaça até um protesto contra o órgão, conforme informações do sindicato que representa o segmento
Condutores de vans reclamam da cobrança de taxa pelo Detran-SP
Categoria espera que o Detran-SP reveja a cobrança. Urbes interdemia a situação. Crédito da foto: Vinícius Fonseca (8/7/2020)

Motoristas do transporte escolar de Sorocaba estão inconformados com a cobrança da renovação de credenciamento dos veículos por parte do Departamento de Trânsito do Estado de São Paulo (Detran-SP). A categoria ameaça até um protesto contra a entidade, conforme informou Edvandro Marques, presidente do Sindicato dos Condutores Escolares de Sorocaba e Região (Sinceser).

“É uma taxa desnecessária já que foi cobrado ano passado sem ser utilizado, estamos a 11 meses sem trabalhar” reclama. “Nós estamos prontos para fazer a vistoria, carros em dia, porém faremos uma manifestação para que possamos ser ouvidos pelo poder público estadual, e contamos com o apoio municipal, e apoio inclusive do prefeito Rodrigo Manga para pedir a isenção da taxa do estado”, afirma.

Marques diz ainda que a Urbes, que gerencia o trânsito e o transporte, em Sorocaba, já abriu mão da cobrança, fazendo valer a vistoria de 2020. “O município prorrogou o alvará inclusive tirando as taxas municipais. “Esperamos uma resolução por parte do Detran ou faremos uma manifestação pacífica no Detran na próxima semana”, garante. O valor é de cerca de R$ 160, que conforme ele, parece pouco, se torna relevante diante do momento pandêmico.

Leia mais  Moradores do Alto da Boa Vista reclamam de vazamento de esgoto

Ainda conforme ele, a Urbes está intermediando um acordo com órgão estadual. Uma reunião sobre o tema chegou a ocorrer no final do mês passado com a participação do secretário da Educação, Marcio Carrara, do secretário da Administração, Fausto Bossolo, do diretor-presidente da Urbes Trânsito e Transporte, Luiz Carlos Siqueira Franchim e do ouvidor do município, Caio Oliveira.

Questionado sobre a situação, o Detran, em nota, afirmou “que está sensibilizado com o pleito da categoria de transportadores escolares e vem analisando as alternativas para solucionar a questão da melhor forma”. (Marcel Scinocca)

Comentários