fbpx
Sorocaba e Região

Comissão Processante mantém depoimento de José Crespo para o dia 22

A situação foi discutida após viagem do prefeito, flagrado no Uruguai durante o período de atestado médico
Crespo deve ser ouvido na sua residência, conforme acordo feito com a sua defesa. Foto: Fábio Rogério (10/10/2017)

O prefeito de Sorocaba, José Crespo (DEM), deverá ser ouvido na data já agendada pela Comissão Processante da Câmara de Vereadores, ou seja, dia 22 de julho (segunda-feira). Os parlamentares decidiram ainda que o chefe do Executivo sorocabano será ouvido em sua residência, respeitando o acordo feito com a defesa.

A situação foi discutida nesta segunda-feira (15) na Câmara de Sorocaba após uma viagem internacional feita pelo prefeito José Crespo. Ele foi flagrado em Montevidéu, no Uruguai, no dia 7 de julho, dentro do período em que estava afastado do trabalho graças a um atestado médico.

Leia mais  Crespo divulga nota e diz que viagem ao Uruguai estava programada há meses

 

As informações foram repassadas na manhã desta segunda-feira (15) pelo vereador Hudson Pessini (MDB), relator da Comissão Processante. O parlamentar aguardou por mais de 1h30 pelos demais membros dos trabalhos, mas Silvano Júnior (PV) não compareceu por problemas pessoais, segunda Pessini. Já Luís Santos (Pros) não compareceu à Câmara de Vereadores e não justificou a ausência.

José Crespo foi visto em Montevidéu, no Uruguai, com a primeira-dama Lilian Crespo. Crédito da foto: Arquivo pessoal

Conforme Pessini, com o depoimento ou não, vigorará o prazo de cinco dias para que a defesa apresente as alegações finais. Portanto, essa resposta precisará ser dada até 26 de julho.  “O mínimo que a gente precisa é uma palavra de respeito a essa Comissão”, diz.

O parlamentar também comentou sobre o ofício enviado ao prefeito cobrando explicações sobre a viagem. “Nós entendemos que o prazo se encerra hoje e aguardamos um explicação”, avalia o relator. (Da Redação)

Comentários