Sorocaba e Região

Cliente descreve pânico sob mira de assaltantes de banco em Sorocaba

Ela, um vigilante e uma funcionária ficaram sob poder de dois assaltantes durante alguns minutos na agência central do Bradesco
Polícia Militar foi chamada às 16h20 à agência central do Bradesco. Crédito da Foto: Erick Pinheiro
Polícia Militar foi chamada às 16h20 à agência central do Bradesco. Crédito da Foto: Erick Pinheiro

Uma cliente da agência central do Bradesco, na esquina das ruas São Bento e Santa Clara, no Centro de Sorocaba, viveu momentos de pânico na tarde desta quinta-feira (17). Ela, um vigilante e uma funcionária ficaram sob poder de dois assaltantes durante alguns minutos.

A correntista do banco, que pediu para não ser identificada, subiu ao primeiro andar da agência para encerrar uma conta e foi dominada por dois homens quando se dirigia ao térreo, onde ficam os caixas eletrônicos, pouco depois do encerramento do expediente, às 16h.

“Justo hoje (quinta-feira) subi para fechar a conta. O banco já estava vazio e, quando saí, achei estranha a movimentação ao lado da parede daquele andar”, relata.

Leia mais  Bandidos rendem funcionários de agência bancária no Centro de Sorocaba

 

Ela foi pega pelo braço e obrigada a entrar no elevador por um homem que, conforme sua descrição, usava peruca, vestia roupa preta e tinha os olhos pintados. Seu comparsa tinha os olhos escondidos por um óculos de sol. Ao mesmo tempo, uma funcionária do banco que saía do banheiro também foi rendida.

“Um dos bandidos carregava uma bolsa preta e dentro do elevador começou uma discussão. Eles queriam uma senha, e nos mostraram a arma que estava dentro da bolsa. Era uma pequena metralhadora. Eu e a funcionária chorávamos, e o vigilante negociava com eles”, recorda-se.

De acordo com a cliente, o elevador subiu e desceu vários andares, até que abriu a porta. Os bandidos fugiram por uma outra porta eletrônica destravada pela senha digitada pelo segurança. A Polícia Militar foi chamada às 16h20 e chegou logo em seguida, quando foi realizado um cerco na agência. (Da Redação)

Comentários