Sorocaba e Região

Cidadania habilita hotel para receber idosos durante pandemia

Prazo para recurso de outros estabelecimentos termina segunda-feira; próxima fase é a seleção
Secretaria da Cidadania habilita hotel para receber idosos durante pandemia
Somente o Grand Hotel Royal foi habilitado; outros cinco hotéis se inscreveram, mas proposta e/ou documentação não se adequaram ao edital. Crédito da foto: Fábio Rogério (15/4/2020)

Após edital de credenciamento de hotéis aberto pela Prefeitura de Sorocaba para hospedar idosos com 60 anos ou mais, integrantes do grupo de risco e de vulnerabilidade social, durante a pandemia do novo coronavírus, somente um estabelecimento foi habilitado até o momento. Conforme a Secretaria de Cidadania (Secid), somente o Grand Hotel Royal foi habilitado e outros cinco estabelecimentos se inscreveram, mas apresentaram proposta em desacordo com o edital e/ou documentação faltante.

Conforme a Secid, os hotéis não habilitados têm um prazo de cinco dias úteis para recurso. O prazo termina na segunda-feira (13). Além disso, a pasta afirma que, apesar de somente um hotel ter sido habilitado até o momento, ainda não houve seleção. “A escolha dos hotéis está sendo ainda realizada, sendo que o edital de chamamento para a participação foi publicado no Jornal do Município”, diz a pasta.

Ainda de acordo com a Secid, na edição do Jornal Município de Sorocaba do dia 6 de julho, foi publicada a classificação preliminar do edital de credenciamento 01/2020 da Secretaria da Cidadania. A pasta disse ainda que os idosos selecionados irão para os hotéis assim que for formalizado o contrato e se houver necessidade. “Não é possível definir neste momento quantos, porque isso vai ocorrer de acordo com a demanda”, diz a Secid.

Leia mais  Profissionais de segurança pública recebem vacina contra a Covid-19

A Prefeitura de Sorocaba pretende gastar até R$ 900 mil com a hospedagem em hotéis de idosos com 60 anos ou mais, integrantes do grupo de risco, para minimizar uma possível contaminação pelo novo coronavírus. A Secid abriu o credenciamento de hotéis da cidade que queiram receber os hóspedes no último dia 25 de junho. Segundo o edital publicado, ao todo a pasta prevê atender 50 pessoas por até 90 dias, com possibilidade de prorrogação por até mais 90 dias.

O documento destaca também que o valor de cada diária por idoso deverá ser de no máximo R$ 200 para quartos simples ou duplos. O hotel também ficará responsável por prover, além da acomodação, três refeições: café da manhã, almoço e jantar. A Secid explica ainda que a ação de contratação de hotéis foi fruto da articulação entre a assistência social, por meio da pasta, e a Secretaria da Saúde (SES).

Leia mais  Trabalhadores dos transportes públicos reivindicam vacina contra a Covid-19 em caráter de urgência

“A partir do momento que a demanda for identificada, através das equipes da estratégia saúde da família e encaminhadas à proteção básica por meio dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), esses idosos, estando o hotel contratado, serão encaminhados para os hotéis apartamentos. O Centro de Referência do Idoso (CRI) também poderá fazer o encaminhamento”, aponta a pasta.

A Secid disse ainda que quando for publicado o edital com o nome dos hotéis apartamentos aptos a receber os idosos, também será publicada uma normativa da pasta sobre todo o fluxo de atendimento.

Exigências do edital

Entre as exigências para o credenciamento dos hotéis, o edital apontou que os empreendimentos possuam recepção para atendimento e controle permanentes de entrada e saída, guarda de bagagens e objetos de uso pessoal dos hóspedes, em local apropriado; serviços de quarto como conservação, manutenção e limpeza das áreas; acessibilidade para pessoas com deficiência; serviço de segurança 24h; restaurante(s) integrado(s) ao complexo do hotel; entre outras necessidades.

Para participar do cadastramento, os hotéis também precisam disponibilizar aos idosos acesso à internet banda larga por meio de sistema wi-fi, linhas telefônicas para chamadas internas e externas, sistema de TV a cabo ou satélite, sistema de fechadura privada, banheiro privativo, aparelho de ar condicionado, cofre para guarda de valores e frigobar. (Ana Cláudia Martins)

Comentários