Sorocaba e Região

Chuva e alagamentos em São Paulo causam reflexo na rodoviária de Sorocaba

Os ônibus partindo de São Paulo têm chegado à rodoviária sorocabana com um atraso médio de 30 minutos
a rodoviária de sorocaba fica situada na região central de Sorocaba
Fachada da rodoviária de Sorocaba. Crédito da foto: Fábio Rogério (3/1/2019)

A chuva que atingiu São Paulo tem causado reflexo em Sorocaba. Os ônibus partindo do Terminal da Barra Funda, na Capital paulista, têm chegado à rodoviária sorocabana com um atraso médio de 30 minutos.

Um ônibus que saiu de São Paulo às 12h desta segunda-feira (11) chegou a Sorocaba às 14h. O trajeto, em dias normais, é feito em 1h30.

O atraso foi confirmado por uma funcionária da rodoviária de Sorocaba. Já os ônibus têm saído no horário estipulado do terminal sorocabano, mas também estão chegando além da hora determinada na Capital.

Mortes

As fortes chuvas que atingiram a cidade de São Paulo e o Grande ABC na noite de domingo (10) e na madrugada desta segunda-feira (11) causaram diversos transtornos. Às 13h30, o Corpo de Bombeiros confirmou 11 mortos. Segundo a Defesa Civil, somente em Ribeirão Pires, na região metropolitana de São Paulo, foram registrados quatro óbitos e dois feridos no desabamento de uma casa após deslizamento de terra.

As marginais do Pinheiros e do Tietê estão travadas em diversos pontos

Na avenida do Estado, na divisa entre São Paulo e São Caetano do Sul, quatro pessoas foram arrastadas pela enxurrada e morreram por afogamento, de acordo com a Defesa Civil. São três em São Caetano e uma em São Paulo. Outras 12 pessoas foram resgatadas – sendo quatro mulheres e 8 crianças, segundo o Corpo de Bombeiros Com o transbordamento do Rio Tamanduateí, a situação na região do Ipiranga, na zona sul, é a mais crítica e a área segue em estado de alerta desde 20h40 deste domingo.

As marginais do Pinheiros e do Tietê estão travadas em diversos pontos e os motoristas saem dos veículos enquanto aguardam o trânsito desafogar. Em São Bernardo do Campo, um motociclista morreu afogado. Foram registrados na cidade muitos alagamentos e quedas de árvore. Um deslizamento em Embu das Artes teve três vítimas socorridas – sendo uma delas uma criança que veio a óbito no hospital.

Santo André teve uma vítima de afogamento e muitos alagamentos. São Caetano do Sul também sofreu com muitos pontos de alagamento

Ipiranga

Além da região metropolitana, a situação mais crítica se deu também no Ipiranga, bairro da zona sul da capital. Desde as 20 horas deste domingo o bairro está em estado de alerta, que foi mantido na manhã desta segunda. O Córrego do Ipiranga, o rio Ribeirão dos Meninos e o rio Tamanduateí transbordaram.

Aulas são suspensas em Caraguatatuba

As chuvas intensas que atingiram a região deixaram desabrigados e levaram à suspensão das aulas em cinco escolas, nesta segunda-feira (11), em Caraguatatuba, cidade do litoral norte do Estado de São Paulo. O sistema de abastecimento foi atingido e cerca de 6 mil pessoas estão sem água, segundo a prefeitura.

O acesso à cidade pela rodovia dos Tamoios está bloqueado pela queda de barreiras. Os deslizamentos também causaram a interdição da rodovia Rio-Santos, entre São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba.

Leia mais  Motorista que bateu carro em acesso da avenida São Paulo não tem habilitação

 

De acordo com a Defesa Civil, nove moradores do bairro Capricórnio foram retirados de casas alagadas e estão abrigadas no Centro Esportivo Ubaldo Gonçalves. Devido às inundações, foram suspensas as aulas nas escolas de educação infantil Pedro João Oliveira, no bairro Tabatinga; Maria Tereza de Souza Castro, no Getuba; Vera da Silva Santos, no Portal da Fazendinha; Esther Nunes, no Sertão dos Tourinho, todos na zona norte, e ainda na escola Aparecida Maria Pires de Menezes, no bairro Olaria, na região central.

As chuvas assorearam o sistema de captação, deixando sem água 16 bairros da região do Massaguaçu. A expectativa é de que o abastecimento seja normalizado à tarde.

Estradas

Na rodovia Rio-Santos, uma pista está interditada entre Caraguatatuba e São Sebastião devido ao desmoronamento parcial da pista, entre as praias de Cigarras e Enseada. O trânsito segue no sistema pare e siga. No bairro Jetuba, a rodovia também tem interdição parcial devido à queda de árvores e de uma encosta. Equipes do Departamento de Rodagem (DER) trabalham no local. (Da Redação e Estadão Conteúdo)

Comentários