Sorocaba e Região

Casal suspeito de espancar bebê é preso em Salto

Eles confessaram as agressões contra a criança; vítima está internada
O bebê foi levado ao Hospital e Maternidade Municipal Nossa Senhora do Monte Serrat, com sinais de agressões. Crédito da foto: Reprodução/ Google Street View

Atualizada às 17h20

Um casal foi preso suspeito de ter espancado um bebê de 1 ano e 4 meses, na quarta-feira (4), em Salto. A mulher, de 21 anos, e o companheiro dela, de 30, confessaram o crime. O homem é padrasto da vítima.

De acordo com a Polícia Militar, a criança foi levada ao Hospital e Maternidade Municipal Nossa Senhora do Monte Serrat na manhã de quarta (4), com sinais de agressões. A vítima chegou ao Pronto Socorro com lesões no corpo e cabeça. O bebê está internado em um hospital de Sorocaba.

A PM foi chamada à unidade de saúde para averiguar o caso e prendeu o casal. Após negarem as agressões e dizerem que a criança se automutilava, eles confessaram o espancamento.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Salto, como tentativa de homicídio.

Leia mais  Escolas municipais de Sorocaba terão aula presencial em março

Em nota, o Conselho Tutelar da cidade afirma ter sido informado sobre o caso no momento da entrada da criança no hospital. Anteriormente, o órgão desconhecia os maus tratos sofridos pelo bebê, alega.

O setor de serviço social da unidade acionou o Conselho. Em seguida, duas conselheiras foram até o local, para averiguar a situação, bem como o estado da vítima. Ainda no Pronto Socorro, o casal foi questionado sobre a acusação e, diante da confissão, ambos foram conduzidos à delegacia, para o registro do boletim de ocorrência, completa.

O pai biológico manifestou interesse em ficar com a guarda do filho.

O caso será encaminhado ao Ministério Público (MP) e ao Conselho Tutelar de Itu, município onde mora o pai. (Da Redação) 

 

Comentários