Sorocaba e Região

Casal completa 72 anos de união e diz que receita está na ‘compreensão’

Izaltina Alves Ferreira e Alcides Ferreira da Silva moram na Vila Carol, em Sorocaba
Izaltina, de 93 anos, e Alcides, com 96: “Graças a Deus nós vencemos”. Crédito da Foto: Emídio Marques

Com a intimidade de mais de 72 anos de união, Izaltina Alves Ferreira e Alcides Ferreira da Silva contam histórias com broncas quando discordam de datas e locais e muitos risos ao lembrarem de momentos especiais. A senhora de 93 anos ainda conserva uma memória invejável — leitora assídua do Cruzeiro do Sul. Já o idoso, aos 96 anos, está mais quieto, mas surpreende com momentos de clara lucidez e humor. O casal, que mora na Vila Carol em Sorocaba, completou 72 anos de casados no último dia 29 de abril.

Leia mais  Casamento Comunitário já tem 67 inscritos

 

Originalmente da Bahia, da pequena cidade Campo Formoso, os dois eram vizinhos. “Aquele tempo era muito diferente de hoje. Não tinha esse negócio nem de pegar na mão”, recorda Izaltina. Até o pedido de casamento ao pai da moça foi feito por meio de uma carta.

Após o casamento, em 1947, os dois trabalharam com plantio. Porém, a vida no sertão não era fácil. Izaltina conta que era preciso caminhar 3 quilômetros para buscar água. Quando um dos filhos ficou doente, e o marido trabalhava em outra cidade, teve que caminhar 18 quilômetros com o bebê no colo em busca de uma farmácia. “Passamos por muitos altos e baixos”, conta ela.

Aos 27 anos, e já mãe de três filhos, mudou-se para o Paraná, onde continuaram a trabalhar na roça e aos 56 anos, vieram para Sorocaba. Na cidade, Alcides chegou a vender caldo de cana. Tiveram 11 filhos (seis vivos ainda hoje), nove netos e quatro bisnetos. Apesar das dificuldades, a compreensão foi o que manteve a união. “Nós não brigamos”, garante Alcides. “Nunca ficamos de cara virada, sem se falar”, confirma Izaltina. Para os filhos, os pais são um exemplo de luta e de união. “Graças a Deus nós vencemos”, afirma Izaltina. (Priscila Fernandes)

Comentários