Sorocaba e Região

Campanha alerta sobre os riscos das hepatites virais

Ação no Poupatempo incluiu 344 testes; haverá outra no dia 27



Campanha alerta sobre os riscos das hepatites virais
Ontem, dos 344 testes realizados, um deles resultou positivo para hepatite C. Crédito da foto: Emidio Marques

Para conscientizar a população sobre a importância da prevenção contra as hepatites virais, a Secretaria Municipal da Saúde (SES), iniciou ontem a campanha Julho Amarelo, com testes rápidos promovidos pelo Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), no Poupatempo. O foco é a hepatite C, considerada uma das mais graves, mas que tem cura, a intenção da campanha é atingir o público acima dos 40 anos de idade, e especialmente quem não tem condições de ir às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e CTA de segunda a sexta-feira. Ontem, dos 344 testes realizados, um deles resultou positivo para hepatite C. Outra ação, também no Poupatempo, está prevista para o dia 27 deste mês.

A enfermeira Helena Ferreira Solla, coordenadora do programa municipal de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e hepatites virais, destaca que a hepatite C é doença silenciosa, podendo levar décadas até que os sintomas apareçam, evoluir para cirrose, câncer de fígado e até matar. O contágio da hepatite C, segundo Helena, se dá por meio de compartilhamento de materiais cortantes, sem o devido cuidado de esterilização. Dependendo da dimensão do estrago provocado pelo vírus, o paciente poderá ter outros problemas de saúde, e em muitos casos necessitar do transplante de fígado, ou por conta de cirrose ou câncer no referido órgão.

Leia mais  Aparecidinha terá mais missas ao longo do dia
Campanha alerta sobre os riscos das hepatites virais
Helena: doença silenciosa. Crédito da foto: Emidio Marques

Durante a ação de ontem, a enfermeira Helena observou que muitas pessoas nem sabem o que é hepatite, e que muitos argumentam terem feito hemograma e não ter acusado nada. Ela orienta que peçam ao médico para fazer o exame, que vale também para as DSTs.

Ontem, no Poupatempo, também foram realizados testes para hepatite B, cujo tratamento é mais complexo. Transmitida por relação sexual sem preservativo, para a hepatite B existe vacina. Em crianças as doses são aplicadas ao nascer, e porteriormente aos dois, quatro e seis meses de vida. Para os adultos o protocolo indica três doses, com espaços de dois meses para cada uma.

Campanha alerta sobre os riscos das hepatites virais
Sílvia elogiou a atividade. Crédito da foto: Emidio Marques

Sílvia Regina Ferrari Paluan de Souza, da comissão da Fundação Rotária para os anos 2019/2020, e do Rotary Clube de Sorocaba Novas Gerações, foi até o Poupatempo para viabilizar a ação para o clube de serviço, fez o teste e elogiou a atividade.

Leia mais  Eclipse parcial da Lua pode ser visualizado em Sorocaba nesta terça

Mais ações

Helena informou que haverá uma tenda montada no Paço Municipal, durante a realização da Aerofest, no dia 21, e que no dia 27 a ação retorna para o Poupatempo. Além disso, na semana do dia 22 cada uma das UBSs fará campanha em sua área de abrangência. No ano passado, Sorocaba registrou 173 casos da hepatite B e 38 da C em pessoas que moram na cidade. O SUS oferece tratamento para todos os tipos de hepatite, independentemente do grau de lesão do fígado. (Adriane Mendes)

Comentários

CLASSICRUZEIRO