Sorocaba e Região

Câmara de Sorocaba ficará fechada para circulação do público

Nas sessões ordinárias, será permitida apenas a presença dos vereadores e equipe técnica
Vereadores participaram de reunião sobre o novo coronavírus na Câmara Municipal. Crédito da foto: Marcel Scinocca

A Câmara de Sorocaba ficará fechada para circulação de público a partir de quarta-feira (18). Nas sessões ordinárias, será permitida apenas a presença dos vereadores e equipe técnica.

Conforme a determinação, que é preventiva contra o novo coronavírus, também haverá rodízio de funcionários que fazem parte dos grupos de risco, entre eles alguns com doenças autoimunes.

O teletrabalho poderá ser adotado em algumas situação e o trabalho de prestadores poderão ocorrer em forma de rodízio. Outra determinação diz respeito às viagens, suspensas temporariamente.

A medida também afetará a alimentação, que estará proibida no refeitório. Os ambientes serão abertos e o ar condicionado será desligado.

A decisão preventiva  foi tomada após reunião entre vereadores, logo após o cancelamento da sessão ordinária desta terça-feira (17), que não foi realizada por falta de quórum.

Além do presidente Fernando Dini (MDB), estavam presentes no momento do cancelamento os vereadores Fausto Peres (Podemos), Engenheiro Martinez (PSDB), Péricles Regis (MDB), D. Hélio Brasileiro (MDB), Hudson Pessini (MDB) e Iara Bernardi (PT).

Na semana passada, a Câmara já havia decidido suspender a realização de sessões solenes e audiências públicas para evitar a propagação do novo coronavírus.

Até o momento, Sorocaba não tem nenhum caso confirmado do novo coronavírus, mas há 28 pacientes em investigação.

Comentários