Sorocaba e Região

Barreiras sanitárias em Sorocaba abordam 5.477 veículos no primeiro dia

O objetivo é impedir aglomerações e evitar que moradores de outras cidades venham para Sorocaba durante a pandemia
Barreira abordou 5.477 veículos no primeiro dia
Ação de orientação acontecerá diariamente até o dia 4 de abril. Crédito da foto: Fábio Rogério (25/3/2021)

Um total de 5.477 veículos foi abordado na quinta-feira (25), primeiro dia de operação das barreiras sanitárias montadas por equipes da Prefeitura de Sorocaba, em cinco pontos da cidade. Entre 7h e 22h, ao todo, 10.071 pessoas, entre motoristas e passageiros, tiveram a temperatura corporal aferida e foram orientadas sobre evitar a circulação na cidade, sem necessidade.

A ação prossegue, diariamente, até o dia 4 de abril. Nesta sexta-feira(26), as abordagens tiveram início às 7h, nas barreiras instaladas na av. Eng. Carlos Reinaldo Mendes (em frente ao Paço Municipal), av. Ipanema (próximo à entrada do Jardim Botucatu), av. Dom Aguirre (ao lado da Casa do Turista), av. São Paulo (altura do número 4.500) e av. Armando Pannunzio (altura do número 1.120).

“Ficamos satisfeitos com a aceitação dos motoristas. Durante as abordagens, constatamos que praticamente todos entenderam como necessários e positivos os bloqueios. Essa conscientização das pessoas é muito importante”, diz o secretário de Segurança Urbana, Coronel Vitor Gusmão.

Leia mais  Polícia Civil fecha cinco casas de jogos de azar em Sorocaba

O objetivo é impedir aglomerações e evitar que moradores de outras cidades, venham para o interior neste momento crítico da pandemia, sobretudo durante os feriados antecipados pela cidade de São Paulo. As equipes abordam veículos de outros municípios e, por amostragem, também aqueles com as novas placas padrão Mercosul.

“O fator preventivo é muito importante. Acompanhamos que os paulistanos estão, mesmo, preocupados em não vir para o interior, em razão dessas ações, realizadas em Sorocaba e ainda em outros município”, complementa o secretário de Segurança Urbana.

Cada barreira sanitária conta com equipes das secretarias da Saúde, de Segurança Urbana (Sesu) e de Mobilidade e Desenvolvimento Estartégico (Semob), compostas por agentes de trânsito, guardas civis municipais e técnicos da área da saúde, com o apoio da Polícia Militar (PM).

Saúde

Durante as abordagens, as equipes de saúde constataram em alguns casos pessoas em estágio febril e até suspeitas de Covid-19. “Somente na manhã de quinta-feira, nove pessoas apresentavam estado febril e foram orientadas a procurar por atendimento médico. Sem contar casos de pessoas que tinham acabado de se submeter ao teste de Covid”, destaca a coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Sorocaba, Ana Paula Diegues.

Leia mais  Boituva faz iniciativas para combater pandemia e melhorar a saúde em geral

Ela orienta que o mais importante é evitar se locomover sem necessidade, principalmente se a pessoa apresentar estado febril. “Ainda orientamos as pessoas de outras cidades, caso não tenham uma justificativa, a retornarem para o município de origem e verificamos se as pessoas têm máscaras e álcool em gel”, acrescenta a coordenadora. (Da Redação, com informações da Secom Sorocaba)

Comentários