fbpx
Sorocaba e Região

Barragem da CBA em Alumínio aguarda plano de emergência desde 2017

A empresa diz que implantará sirenes para alerta à população em caso de emergência
Empresa de Alumínio anuncia projeto de comunicação em massa. Foto: Assessoria do vereador Péricles Régis

A barragem da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) ainda aguarda a implantação de plano de emergência desenvolvido pela empresa e protocolado em junho de 2017 junto à Defesa Civil e à Cetesb. Como próximos passos, a CBA informa que implementará o projeto de comunicação em massa, em conformidade com a legislação da Cetesb, quando serão envolvidas a comunidade local, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Prefeitura e órgãos fiscalizadores, mas não há menção sobre prazos para isso acontecer. O projeto prevê instalação de sirenes para alerta à população em caso de emergência.

As preocupações com a segurança da barragem de Alumínio voltaram ao centro das discussões a propósito da tragédia de Brumadinho, em Minhas Gerais, após rompimento de uma barragem. Na segunda-feira, representantes da Prefeitura de Alumínio e da CBA se reuniram para discutir o assunto. A cidade tem população estimada em 18.484 habitantes.

Ontem, em nota, a CBA informou que tem um “sistema robusto de gestão de segurança que garante a integridade física de suas barragens”. Esse sistema, segundo a empresa, contempla monitoramentos diários, semanais e mensais, que são enviados aos órgãos fiscalizadores de acordo com a lei.

Comentários