Sorocaba e Região

Bancos decidem prorrogar o vencimento de dívidas

Bancários pedem mais medidas para o trabalho com a pandemia
Bancos decidem prorrogar o vencimento de dívidas
Agências bancárias estão investindo na higienização em razão do coronavírus. Crédito da foto: Vinícius Fonseca / Arquivo JCS (17/3/2020)

Os bancos associados a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) anunciaram medidas de estímulo à economia. Nesse sentido, os cinco maiores bancos associados, Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú Unibanco e Santander decidiram prorrogar, por 60 dias, os vencimentos de dívidas de clientes pessoas físicas e micro e pequenas empresas para os contratos vigentes em dia e limitados aos valores já utilizados.

A rede bancária e os seus canais de atendimento, segundo a Febraban, ficarão à disposição do público e prontos para apoiar todos os que estejam enfrentando dificuldades momentâneas em função do atual contexto.

Bancários

As agências bancárias, segundo o Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região, tomaram até agora medidas como a intensificação da limpeza e maior disponibilidade de álcool em gel por conta do novo coronavírus. De acordo com Júlio César Machado, presidente da entidade, foi solicitado à Febraban que oriente sobre a importância de viabilizar o trabalho remoto aos bancários mais vulneráveis, como os com doenças crônicas e com de 60 anos, além das mulheres mães, que tiveram os filhos dispensados da escola.

Leia mais  Covid-19: autônomos tentam manter negócios apesar de restrições

Sorocaba e Votorantim reúne cerca de 1.200 bancários, e de acordo com Machado, na última semana muitos trabalhadores procuraram a entidade queixando-se da exposição que as atividades demandam. “Estamos cobrando a Febraban para que ocorra uma mudança de comportamento com os trabalhadores, que ficam muito vulneráveis e em meio a aglomerações”, destacou.

De acordo com Machado, em videoconferência com a direção da Febraban foi solicitado que os gestores dos bancos busquem soluções para que o trabalho remoto seja desempenhado pelos funcionários que integram o grupo de risco do coronavírus. “As pequenas providências já estão sendo tomadas, mas é preciso que medidas mais efetivas sejam recomendadas pela Febraban”, afirmou o sindicalista.

Em nota oficial, a Febraban informou que “os bancos têm empreendido esforços para agilizar o atendimento nas agências, mas mesmo assim elas ainda se configuram como locais com grande fluxo e concentração de pessoas”. As instituições financeiras, segundo o órgão, estão adotando procedimentos mais rigorosos de higienização.

Leia mais  Santa Casa de Sorocaba tem um paciente com suspeita de coronavírus

A Febraban também destacou que o consumidor tem a sua disposição canais digitais para realizar pagamentos e outras operações e que deve priorizá-los. “Internet banking, mobile banking e banco por telefone são alternativas práticas e rápidas para evitar contato com um número de pessoas acima do necessário”. (Da Redação)

Comentários