Buscar no Cruzeiro

Buscar

‘Atrasadinhos’ correm ao Centro para as últimas compras de Natal

24 de Dezembro de 2020 às 20:11
Jéssica Nascimento [email protected]

‘Atrasadinhos’ correm ao Centro para as últimas compras de Natal Pela manhã, a circulação de consumidores era grande na Barão do Rio Branco e Boulevard Braguinha. Crédito da foto: Fábio Rogério (24/12/2020)

Faltando menos de 24 horas para a ceia do Natal, o comércio de Sorocaba registrou movimento intenso nesta quinta-feira (24). No centro da cidade, centenas de pessoas aproveitaram para fazer as compras de última hora e garantir os presentes para a família, lotando as lojas, principalmente as localizadas nas ruas Barão do Rio Branco e Boulevard Braguinha. A grande circulação de pessoas chama atenção em meio as medidas de isolamento social devido a pandemia do novo coronavírus.

Logo pela manhã, por volta das 9h, a circulação de consumidores era grande. As ruas do comércio já estavam tomadas de pessoas, inclusive crianças. A montadora Marcela Queiroz Reinaldo, de 40 anos, aproveitou a manhã para comprar o que faltava para o Natal, como os presentes para a sobrinha, para a sogra, para o marido e para ela.

“O restante a gente foi comprando durante o ano. Agora faltaram poucas coisas. Os preços estão salgados esse ano”, afirma. Marcela foi às compras acompanhada do marido, o operador de máquinas Eric Roberto da Silva, de 39 anos, e da filha, Maria Eduarda, de 1 ano e quatro meses.

‘Atrasadinhos’ correm ao Centro para as últimas compras de Natal Noemia buscava presente para o neto. Crédito da foto: Fábio Rogério (24/12/2020)

Apesar de não celebrar o Natal, a aposentada Noemia de Moraes Silva, de 70 anos, foi às ruas para procurar um presente para o neto, de 1 ano e 6 meses. “Ele vê os outros ganhando presentes e também quer. Comprei um carrinho bem grande pra ele. Tenho certeza que ele vai ficar feliz”, acredita. A aposentada deixou as compras para o dia 24 porque acabou esquecendo. “É tanta coisa na cabeça que não lembrei do presente”, afirma.

Movimento esperado

Para os comerciantes, o grande movimento é um bom sinal. E no caso da venda de alimentos, as compras de última hora já são esperadas. É o que conta a Tereza Henna, de 80 anos, proprietária de uma mercearia localizada no Mercado Municipal de Sorocaba. “Como vendemos produtos comestíveis, todo mundo deixa para comprar na última hora. No Natal, primeiro as pessoas compram os presentes, depois arrumam a casa. As panelas sempre são as últimas da fila”, brinca.

‘Atrasadinhos’ correm ao Centro para as últimas compras de Natal Hilda e Vanderlei foram ao Mercadão. Crédito da foto: Fábio Rogério (24/12/2020)

A enfermeira Hilda Gomes Oliveira e o empresário Vanderlei Oliveira, ambos de 60 anos, que moram em Santos, aproveitaram a manhã de ontem para garantir os alimentos que faltavam para preparar o almoço de Natal. “Viemos passar o Natal com o nosso filho, aqui em Sorocaba. Como em Santos estava tudo fechado, deixamos para comprar o que faltava aqui. Passamos no Mercado Municipal comprar alguns produtos para a ceia, como frutas e saladas”, conta Hilda. Apesar da pandemia, o casal acredita que as festas de fim de ano serão tranquilas. “Só precisamos nos cuidar”, finalizam. (Jéssica Nascimento)