Sorocaba e Região

Ativista reivindica mais policiamento

Ativista reivindica mais policiamento
Temos menos policiais hoje que já 20 anos, diz Ítalo. Crédito da foto: Fábio Rogério (13/10/2020)

O líder comunitário e ativista Ítalo Moreira visitou o jornal Cruzeiro do Sul na terça-feira (13). A visita tinha a intenção de mostrar os problemas relacionados à segurança pública de Sorocaba. Ele tem trabalho comunitário há oito anos, parte dele dedicado ao tema.

O maior problema, conforme ele, está no número de policiais militares em Sorocaba, que seria menor do que há 20 anos. “Tive a primeira tentativa de aumentar o efetivo policial de Sorocaba em 2017. Infelizmente o Ministério Público indeferiu nosso pedido. Passei dois anos colhendo material e o MP aceitou o nosso material, a nossa representação”, diz.

“Sempre briguei pelo aumento do efetivo policial de Sorocaba, que é menor que há 20 anos. Desde 2011, 2012, nós sofremos muitos com roubos e furtos. Em 2015, inclusive, fizemos uma manifestação no Parque São Bento, que reuniu 300 pessoas, pedindo aumento no efetivo policial. Temos um policial militar para mais de 800 habitantes”, comenta. Conforme ele, os números estão abaixo da média. Ele defendeu o aumento nas rondas ostensivas. “Lembrando que a zona norte, por exemplo, há 20 anos, a população era muito menor do que é hoje. E a zona norte não para de crescer”. acrescenta. De acordo com ele, esse é um dos trabalhos que vem desenvolvendo. Na lista estão, entre outros, a luta anticorrupção e defesa da liberdade econômica. (Da Redação)

Comentários