Sorocaba e Região

Arcebispo destaca a importância da Semana Santa para os católicos

Dom Julio destacou a importância da quaresma e da Semana Santa



Arcebispo destaca a importância da Semana Santa para os católicos
Dom Júlio Endi Akamine celebra hoje a Missa do Cadáver, na PUC/SP. Crédito da foto: Emidio Marques

O arcebispo metropolitano de Sorocaba, dom Júlio Endi Akamine, fez nesta quarta-feira (uma visita de cortesia ao Cruzeiro do Sul, onde foi recebido pelos conselheiros da Fundação Ubaldino do 0) Amaral (FUA), Laelso Rodrigues e Laor Rodrigues, e pelo editor-chefe do jornal Cruzeiro do Sul, Romeu-Sérgio Osório. Dom Julio destacou a importância do período da quaresma e da Semana Santa como momentos de reflexão do mistério da morte e ressurreição de Jesus Cristo.

Leia mais  Comércio está otimista com vendas de peixes na Páscoa 2019

 

A programação da Semana Santa tem início neste domingo, com a missa de bênção e procissão de ramos. Na Catedral Metropolitana, a celebração acontece às 10h, e será presidida pelo arcebispo. Na segunda e terça-feira, dias 15 e 16, às 12h e às 18h15, na Catedral, será celebrada missa, seguida de via-sacra. Na quarta-feira, acontece a Missa dos Santos Óleos, com a renovação das promessas sacerdotais, às 19h30. Na quinta-feira, dia 18, a programação prossegue na Catedral com celebração da Missa da Ceia do Senhor e Lava-Pés, às 19h30, por Dom Julio. Na sequência, às 21h, tem início a vigília de oração.

Já na Sexta-Feira Santa, o arcebispo celebra, às 14h, a missa do Sermão das Sete Palavras de Jesus Cristo na Cruz, e, às 15h, a ação litúrgica da Paixão do Senhor. No início da noite, às 18h30, acontece a Via Sacra e a Encenação da Paixão do Senhor e a procissão. O Sábado de Aleluia é marcado pela Vigília Pascal, a partir das 19h30.
No domingo de Páscoa, acontecerão missas na Catedral às 8h, às 10h, ao meio-dia, às 18h e às 20h.

Missa de Cadáver

Hoje, às 8h, o arcebispo celebrará, à convite da diretoria da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), a Missa do Cadáver. A cerimônia “será dedicada à memória das pessoas que, após a morte, contribuíram com seus corpos para o estudo e formação de gerações de novos médicos e enfermeiros”, explica o diretor da Faculdade, Luiz Ferraz de Sampaio Neto.

O evento, segundo Dom Júlio, “é coerente com a fé cristã, que sempre tratou o corpo como referência, lembrando que o corpo não é só espírito, sendo unidade de corpo e alma”, além do que a atitude em doar o corpo “é um bem que a pessoa faz e se estende além da sua vida típica.

A missa será realizada no anfiteatro da Faculdade, na rua Joubert Wey, 290, Vergueiro, e será aberta à participação da comunidade. (Da Redação)

https://www.youtube.com/watch?v=r08qKOM9Yo0

Comentários

CLASSICRUZEIRO