Sorocaba e Região

Alunos do ensino médio voltam às escolas

Unidades estaduais adotaram medidas para evitar a transmissão do novo coronavírus
Alunos do ensino médio voltam às escolas
Gusthavo, 15 anos, estava com saudades da escola, dos amigos e dos professores. Crédito da foto: Vinícius Fonseca

Parte dos alunos do ensino médio da rede estadual de Sorocaba retomou as aulas presenciais, de forma opcional, ontem (7). Segundo a Diretoria Regional de Ensino de Sorocaba, no total, das 80 escolas estaduais da cidade, 58 possuem o ensino médio e estão ofertando a possibilidade de aulas presenciais para até 20% dos alunos.

Na manhã de ontem, alguns alunos do ensino médio da escola estadual Rafael Orsi filho, no bairro Júlio de Mesquita Filho, na zona oeste da cidade, voltaram às aulas presenciais. Ansiosos para o recomeço após sete meses sem aulas na escola, os alunos disseram que estavam com saudades dos amigos, dos professores e do ambiente escolar.

Conforme a Diretoria Regional de Ensino de Sorocaba, o retorno não é obrigatório e deve ocorrer ou não mediante consulta à comunidade escolar. As escolas estaduais podem oferecer aulas para alunos do ensino médio ou da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA) desde ontem, nos municípios nos quais a Prefeitura autorizou.

Além disso, as unidades reabriram para aulas de reforço e recuperação, além de novos conteúdos. A retomada das aulas também está pautada em medidas de contenção da epidemia, seguindo as recomendações sanitárias do Centro de Contingência do Coronavírus.

Volta esperada

Alunos do ensino médio voltam às escolas
Sophia Laura também optou por voltar a estudar junto aos professores e colegas. Crédito da foto: Vinícius Fonseca

Os estudantes do ensino médio que retornaram às aulas na manhã de ontem na escola estadual Rafael Orsi Filho estavam ansiosos para o retorno. Os estudantes disseram que o ensino presencial é mais eficaz, além do convívio diário com os amigos e professores. Para eles, o retorno foi um alívio, mesmo que com poucos estudantes.

Na entrada da escola, havia termômetro para medir a temperatura dos estudantes, professores e funcionários, dispositivo com álcool em gel e máscara de proteção facial para todos. De acordo com o supervisor de ensino da escola, Mateus Barbosa, os estudantes do ensino médio da escola estão retornando de forma opcional, respeitando o limite de até 20% da capacidade de atendimento da unidade e somente aqueles cujos pais autorizaram. “A escola foi toda preparada seguindo todos os protocolos recomendados pelo governo estadual por conta da pandemia, o que inclui alunos e os funcionários”, disse.

Já a diretora da escola, Meri Kern, disse que foi enviado questionário sobre o retorno das aulas presenciais para cerca de 400 pais e 9% responderam autorizando o retorno dos estudantes.

Gusthavo Emanuel de Moura, 15 anos, é aluno do primeiro ano do ensino médio e disse que quis voltar para o ensino presencial. “Estava acompanhando as aulas de forma remota, mas com saudades da escola, dos amigos e dos professores. Em casa não é a mesma coisa”, aponta.

Alunos do ensino médio voltam às escolas
Para Jodryan, 16 anos, aprender na escola é bem mais interessante que em casa. Crédito da foto: Vinícius Fonseca

Jodryan Souza, 16 anos, da mesma série, também estava ansioso pelo retorno. “A aprendizagem na escola é bem mais legal. Estou feliz por ter voltado para a escola”, conta.

Para os alunos que não quiseram retornar, eles seguirão acompanhando os conteúdos por meio do Centro de Mídias SP, para transmissão de aulas a distância.

900 escolas em todo o Estado

O Estado informou ontem que 900 escolas da rede estadual retomaram atividades presenciais opcionais em 219 municípios paulistas. São cerca de 200 mil estudantes atendidos.

Só na capital paulista são 304 unidades retomando as atividades presenciais, segundo balanço da Secretaria Estadual da Educação. Parte delas já funciona desde o dia 8 de setembro, com atividades de reforço e acolhimento. (Ana Cláudia Martins)

Comentários