Covid-19 Sorocaba e Região

Agenda cultural sofre os impactos do coronavírus

Bibliotecas estão fechadas e espaços de cultura tiveram todas as suas apresentações e cursos suspensos
Agenda cultural sofre os impactos do coronavírus
A Biblioteca Municipal, assim como a Infantil, seguem fechadas ao público por, no mínimo, 30 dias. Crédito da foto: Emidio Marques / Arquivo JCS (22/2/2018)

O aumento do número de casos confirmados de coronavírus no Brasil, junto com as medidas de contenção para evitar a propagação da doença, geraram o cancelamento de toda a agenda cultural prevista para a cidade de Sorocaba e o Estado de São Paulo nos próximos meses.

Em Sorocaba, a partir de hoje, todos os locais mantidos pela Secretaria da Cultura (Secult) ficarão fechados ao público, inicialmente por um período de 30 dias.

As duas bibliotecas (Infantil e Municipal); Ponto de Leitura (no Terminal Santo Antônio); museus (Museu Histórico Sorocabano e Museu da Estrada de Ferro); CEU das Artes; Escola de Cultura e Artes Ettore Marangoni; Barracão Cultural, Casa de Aluísio de Almeida e a Pinacoteca Municipal estão com suas atividades, visitações e eventos cancelados. Segue mantido o atendimento ao público por telefone, em cada um desses locais, e a sede da Secretaria da Cultura, localizada na Casa 52, funciona normalmente.

Leia mais  Chá de fraldas motorizado

No caso específico das bibliotecas — Biblioteca Municipal e Biblioteca Infantil — está suspensa a cobrança de multas em casos de devolução tardia de livros. Dúvidas sobre o assunto podem ser tiradas de segunda a sexta-feira pelo telefone (15) 3212-8170 ou pelo número de telefone de cada um dos serviços.

Além dos espaços públicos, todos os eventos previstos para acontecer na cidade nas próximas semanas — lançamentos de livros, shows, encontros, palestras e cursos — foram suspensos, adiados ou cancelados como medida para evitar aglomerações e, consequentemente, contribuir para evitar a propagação do vírus.

No Estado

Museus, bibliotecas, teatros e centros culturais do Estado de São Paulo também ficarão fechados ao público por até 30 dias.

Dentre as medidas anunciadas pelo Governo do Estado de São Paulo, foi recomendado para o setor privado de entretenimento (teatros, cinemas e casas de espetáculo, entre outros) que mantenham os estabelecimentos fechados por até 30 dias. Na tarde de ontem, no entanto, todos os cinco complexos de cinema da cidade ainda funcionaram normalmente. De acordo com atendentes dos complexos, a programação semanal de filmes em cartaz, que permanece até quarta-feira, estaria mantida “até segunda ordem”. Os funcionários relataram à reportagem queda na bilheteria, mas não souberam informar a margem de redução de espectadores em comparação com as últimas semanas. Até o fechamento desta edição ainda não havia informações sobre as estreias previstas para a semana.

Leia mais  Após polêmica com shopping, MP pede isolamento mais rígido em Votorantim

Sesc e Sesi

Agenda cultural sofre os impactos do coronavírus
O Sesc anunciou o fechamento de todas as suas unidades, incluindo a de Sorocaba, até dia 31. Crédito da foto: Erick Pinheiro / Arquivo JCS (21/8/2012)

Entidade responsável por parte significativa das ações culturais na cidade, a unidade do Sesc também ficará fechada até o dia 31 de março, para evitar a disseminação do novo coronavírus. Nesse período, toda a programação cultural, esportiva e de atendimento social estará suspensa.

De acordo com nota oficial do Sesc Sorocaba, os valores de ingressos, cursos e excursões serão ressarcidos. A gerência da unidade informa ainda que as vagas de todos os cursos e tratamentos odontológicos serão mantidas. O Sesc Sorocaba é uma das 43 unidades do Sesc no estado de São Paulo que ficarão fechadas neste período, de acordo com a assessoria do diretor regional Danilo Santos de Miranda.

Por meio das redes sociais, o Sesi também informou, na tarde de ontem, a suspensão de todas as atividades de cultura, educação e esporte, em todas as unidades do Sesi no estado de São Paulo, por conta do novo coronavírus. (Da Redação)

Comentários