Sorocaba e Região

Aeroporto de São Roque será inaugurado no dia 16, às 12h

Autorizações de funcionamento já foram emitidas pela Força Aérea e Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)
Aeroporto de São Roque será inaugurado no dia 16, às 12h
O São Paulo Catarina Aeroporto Executivo fica no km 62 da rodovia Castelo Branco. Crédito da foto: Divulgação / JHSF

O grupo JHSF anunciou para segunda-feira (16) a inauguração do São Paulo Catarina Aeroporto Executivo, localizado em São Roque, no km 62 da rodovia Castelo Branco, na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS).

Segundo a assessoria da empresa, o governador João Doria (PSDB) estará presente no evento, que será realizado às 12h. Todas as autorizações para o funcionamento do aeroporto foram emitidas pelos órgãos competentes, acrescentou a assessoria, o que inclui a Força Aérea e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Leia mais  Aeroporto de Sorocaba está em edital para voos regulares de pequenas aeronaves

 

Idealizado pelo empresário José Auriemo Neto em 2008, sócio da JHSF, nos preparativos para a programação de que o Brasil sediaria a Copa do Mundo em 2014, o aeroporto começou a ser construído em 2013 e a obra sofreu diversos contratempos. O local ocupa uma área de 2 milhões de metros quadrados.

O empreendimento teve a primeira fase inaugurada em 2014 com o Catarina Fashion Outlet. A área que a empresa detém no local é de 6,9 milhões de metros quadrados, sendo que a pista contará com 2.470 metros de extensão; em sua fase inicial, serão 6.000 metros quadrados de hangar e 21.600 metros quadrados de pátios.

Segundo o grupo JHSF, o foco do empreendimento será direcionado para aviação de negócios, popularmente conhecida no país como “aviação executiva”. A modalidade utiliza aviões de pequeno porte para o transporte de poucos passageiros, ao contrário das grandes operações que envolvem centenas de passageiros tão característica dos voos comerciais.

A expectativa é de que o empreendimento impulsione a economia de São Roque, não apenas com a injeção de um novo negócio na região, mas também com a geração de milhares de empregos. A mão de obra utilizada na construção e implementação será colhida também pelas cidades da região. (Carlos Araújo)

Comentários