Sorocaba e Região

Homem acusado de roubar, sequestrar e estuprar mulher é preso em Votorantim

Homem foi reconhecido após cometer outro crime e ser flagrado por câmeras de segurança

Atualizada às 14h30

Homem foi reconhecido após cometer outro crime e ser flagrado por câmeras de segurança. Foto: Divulgação

Um homem de 26 anos foi preso na tarde desta terça-feira (28) em Votorantim por sequestrar, estuprar e roubar uma mulher de 34 anos. Os crimes foram cometidos na noite do último domingo. A vítima foi abordada quando saía de casa com o filho de 13 anos, num bairro próximo à região central da cidade. O adolescente presenciou toda a situação e chegou a ser agredido pelo rapaz. O detido, que cumpria pena em regime aberto por furto, foi encaminhado à Cadeia de Pilar do Sul.

De acordo com a delegada Adriana de Souza Pinto, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Votorantim, o homem entrou no carro e, com um facão, passou a ameaçar a mulher e o garoto. O abuso sexual, conforme apurou Adriana, começou no veículo e, mais tarde, foi consumado numa área de pouca movimentação.

Durante o trajeto, o criminoso teria usado drogas e ora mantinha o adolescente no banco de trás, ora no porta-malas. “Ele passou o tempo todo falando que era do PCC, do crime. E ela estava se sentindo amedrontada, coagida, não conseguia fugir”, conta.

Depois de viver momentos de pânico, a vítima finalmente conseguiu gritar quando o homem parou para abastecer num posto na zona leste de Sorocaba. Foi ajudada pelos funcionários e, então, o rapaz fugiu. A Polícia Militar foi acionada e ela registrou boletim de ocorrência no plantão policial norte. Em seguida, houve encaminhamento ao Hospital Regional para contracepção de emergência. Ao filho dela, que chegou a ter a cabeça chutada, foi solicitada perícia para constatação de lesão corporal.

Encontrado após furto

As redes sociais foram importantes para encontrar o criminoso. Na segunda-feira, ele furtou um estabelecimento em Votorantim e as imagens das câmeras de segurança foram divulgadas na internet. A vítima do crime de domingo viu o vídeo, reconheceu o homem e avisou a PM. “Então eu pedi a prisão temporária dele”, diz a delegada. Os militares o encontraram em patrulhamento pela avenida Reverendo José Manoel da Conceição, próximo à delegacia do município.

Segundo Adriana, tanto a mulher quanto o garoto vão passar pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) para avaliação psicológica, procedimento tradicionalmente adotado pela DDM.

Comentários