Sorocaba e Região

14ª CSM estuda mudanças e inclui até o próprio nome

Unidade do Exército vai se chamar Base de Apoio Regional
14ª CSM estuda mudanças e inclui até o próprio nome
Tenente-coronel Marcelo Yamada Domingues e integrantes da 14ª CSM são recebidos pelo presidente do Conselho de Administração da FUA, César Augusto Ferraz dos Santos, e demais diretores da FUA. Crédito da foto: Fábio Rogério

Somente no ano passado, a 14ª Circunscrição do Serviço Militar (CSM) de Sorocaba protocolou, por meio do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados (SFPC), 11.217 processos relacionados a aproximadamente 350 produtos, em especial materiais explosivos e armas; e, neste ano, até agora, já somam 5.050 processos.

O órgão controla desde máquinas de recarga, pólvora, materiais explosivos, registros de armas, e também produtos químicos. A informação foi passada pelo tenente-coronel Marcelo Yamada Domingues, chefe da 14ª CSM, em visita à diretoria do jornal Cruzeiro do Sul.

De acordo com o oficial, que está na cidade desde janeiro, a 14ª CSM terá o nome alterado, ainda sem data, para Base de Apoio Regional. Isso porque a unidade abrange 177 municípios, sendo responsável por uma série de atividades, como o Fundo de Saúde do Exército, Inativos e pensionistas do Exército da região, pelo Serviço Militar, e pelo Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados (SFPC), que por sua vez presta atendimento ao cidadão para a concessão do Certificado de Registro (CR), registro de armas no Sigma, concessão de CR para veículos blindados, autorizações especiais para utilização de produtos controlados pelo Exército, e desembaraço alfandegário de produtos controlados pelo Exército.

Leia mais  Atleta conta história de superação em palestra realizada na PUC
14ª CSM estuda mudanças e inclui até o próprio nome
Domingues é chefe da 14ª CSM. Crédito da foto: Fábio Rogério

O tenente-coronel Domingues citou também que, dentro do Serviço Militar, haverá mudanças, no sentido de melhorar a qualidade de vida do cidadão. Isso porque, num curto período, por conta do avanço tecnológico, o atendimento será centralizado, provavelmente, entre Sorocaba e Campinas, uma vez que, ao contrário de como funciona atualmente, com um delegado militar para cada microrregião, o número de delegados militares será reduzido. Graças à tecnologia, o jovem poderá se alistar até mesmo por telefone.

O tenente-coronel Marcelo Yamada Domingues foi recebido pelo presidente do Conselho de Administração da Fundação Ubaldino do Amaral (FUA), César Augusto Ferraz dos Santos, e pelos demais diretores Laelso Rodrigues, Miguel Estevan Nogueira Mora, Sílvio Carlos Cariani, Ricardo Benitez Martins, Marco Aurélio Dottori, José Murilo Marinho Mauad, Luiz Antonio Zamuner, José Augusto Marinho Mauad e Archimedes Alvarenga da Silva.

Serviço Militar

Filho de militar também do Exército, o tenente-coronel defende a obrigatoriedade do Serviço Militar por acreditar que é uma oportunidade que o jovem tem de obter referências de valores essenciais, como disciplina e união, tão importantes para a vida em sociedade, e, claro, sem esquecer do valor de patriotismo.

Leia mais  Visitas técnicas em Itapetininga orientam sobre a produção de maracujá

“São valores essenciais para a formação do caráter do cidadão e amor ao Brasil, fazendo com que o jovem propague tal aprendizado para a sociedade de forma geral”, disse ele, acrescentando ainda que “o país que não olha para o seu passado, não chega ao seu futuro”.

Segundo o tenente-coronel chefe da 14ª CSM, atualmente, a grande parte que serve são voluntários, ou seja, aqueles que demonstram real interesse em se alistar, e muitos seguem carreira militar. Mas, conforme atenta o oficial, há outras formas de acesso à carreira militar, como por exemplo pela Escola de Sargento das Armas, situada em Três Corações, no Estado de Minas Gerais, e pela Academia Militar de Agulhas Negras (Aman), situada em Resende, no Rio de Janeiro, cuja única forma de ingresso se dá pela Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas (SP).

Para ele, o desejo de seguir carreira militar se dá tanto pela estabilidade profissional, bem como pela imagem positiva das Forças Armadas, e que hoje já permite o acesso de mulheres, tanto para formação de cadetes, como na Aman.

Leia mais  Comissão Processante mantém investigação contra o prefeito Crespo

Outro aspecto abordado pelo tenente-coronel, que já serviu duas vezes no Haiti, e passou por localidades como Santos, Três Corações, Osasco, Rio de Janeiro, Campinas, Brasília, e agora Sorocaba, é o crescimento pessoal em se deparar com tantas culturas, vendo que o Brasil é muito mais do que se vê na área em que se vive.

Alistamento de jovens até 30 de junho

O alistamento é para todo jovem brasileiro do sexo masculino que completa 18 anos no ano corrente, devendo se alistar até o dia 30 de junho. O alistamento em Sorocaba pode ser feito pelo site alistamento militar, ou direto na Junta de Serviço Militar que fica na rua Coronel José Tavares, 131, na Vila Hortência.

Em Sorocaba, após a seleção, o jovem poderá ser designado para servir na 14ª CSM ou no Tiro de Guerra 02-040, também na Vila Hortência. (Adriane Mendes)

Comentários