Sorocaba e Região

Tráfego de caminhões em avenidas gerou 2.152 multas neste ano em Sorocaba

Apesar da proibição de circulação, não é raro observar esses veículos pelas vias da cidade
Tráfego de caminhões em avenidas gera 2.152 multas
Carreta entrou na Dom Aguirre e fez manobra porque não passaria sob pontilhão. Crédito da foto: Fábio Rogério (1/11/2018)

De janeiro a setembro deste ano, segundo a Urbes – Trânsito e Transporte, foram aplicadas 2.152 multas por conta do tráfego de caminhões em horários restritos. De acordo com a Urbes, durante o ano passado todo foram registradas 3.316 autuações por conta do desrespeito. Embora seja proibida a circulação de veículos pesados nas avenidas Dom Aguirre e Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes, assim como nas ruas da região central, entre às 7h e às 19h, não é raro observar esses veículos por essas vias. Foi o caso da carreta que trafegou pela avenida Dom Aguirre dia 1º último e travou a via porque não passaria sob o pontilhão perto da praça Lions.

A empresa pública responsável pelo trânsito na cidade informou por meio de nota que a resolução municipal 14/2003 complementa o CTB e estabelece que das 7h às 9h e das 16h às 19h, ocorre uma restrição máxima, não sendo permitido o tráfego, com raras exceções de autorização, como o caso de veículo com frigorífico. Entre às 9h e às 16h, o tráfego de veículos pesados é autorizado somente para carga e descarga, com comprovação por meio de apresentação de nota fiscal do produto a ser entregue. Além dessa situação, no referido horário será permitida a passagem de caminhões nessas vias com autorização da Urbes, sendo necessário, para isso, que o transportador a solicite com tempo hábil. Fora dessas circunstâncias, o tráfego irregular será passível de aplicação de multa, que é de R$ 130,16.

Para o motorista que precisa se deslocar entre um município e outro passando por Sorocaba, a Urbes recomenda o uso da rodovia Doutor Celso Charuri (SP-91), que interliga as rodovias Senador José Ermírio de Moraes à Raposo Tavares.

No Centro, conforme a Urbes, as seguintes vias têm horário restrito para circulação de veículos pesados: avenidas Dom Aguirre, Afonso Vergueiro, Eugênio Salerno, Moreira César e Juscelino Kubistchek de Oliveira. As ruas Cesário Mota (trecho entre as ruas Miranda Azevedo e São Bento); São Bento, 15 de Novembro, Souza Pereira, Álvaro Soares, 7 de Setembro (trecho entre as ruas Coronel Benedito Pires e Miranda Azevedo) e Miranda Azevedo (trecho entre as ruas Cesário Mota e Sete de Setembro). Também há a proibição de circulação e vias destinadas aos pedestres, como a região constituída pelas ruas Maylasky, Dom Pedro II, Barão do Rio Branco, Dr. Braguinha, Carlos Gomes e Coronel Benedito Pires.

Comentários

Sobre o Autor

Online